Promotor Roosevelt Pereira Cursini

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) ingressou na Justiça pedindo a condenação de cinco policiais militares por combaterem o roubo de uma concessionária em Cuiabá.

O promotor responsável pela ação, Roosevelt Pereira Cursini, entendeu que houve crime de “abuso de autoridade” e “uso de truculência” na abordagem dos policiais aos meliantes.

Mato Grosso é aquele estado em que desembargadores, por unanimidade, autorizaram a divisão de pensão entre esposa e companheira, apesar de bigamia ser crime.

Leia detalhes sobre o caso, e veja imagens da perseguição policial no site do ilisp.