Tânia e o filho Breno.

Em abril de 2017, Breno Borges, foi preso. Seu veículo tinha engatada uma carreta de transporte de motos. Com 130 kg de maconha e 200 munições de fuzil e uma arma.

A desembargadora do TJ-MS, Tânia Borges, foi acusada de pressionar o presídio de Três Lagoas a libertá-lo ainda antes da chegada do alvará de soltura.

O Antagonista divulga que hoje, ães farejadores encontraram outros nove tabletes de maconha, que pesaram quase 9 kg, em compartimentos dentro do para-choque e das lanternas do veículo.