Vale-transporte para Bandidos, mas não Para Vítimas.

Postado em 19 de março de 2018

Marcelo Freixo.

Desempregado desde 2015, vivendo de pequenos trabalhos como autônomo, o gesseiro Fábio Antônio da Silva, de 38 anos, não tinha dinheiro para fazer o sepultamento do filho Benjamin, morto com apenas 1 ano e 7 meses no Complexo do Alemão, vítima de um tiro na cabeça.

Pela manhã, o pai disse ao Globo que tentaria “mobilizar a internet” para ajudá-lo e, muito revoltado, queixou-se da indiferença das autoridades.

 “Meu filho morreu na sexta-feira e até agora ninguém falou nada. Ninguém me procurou. Nenhuma autoridade. Hoje meu filho vai ser enterrado e depois acabou. Fica para a história e a lembrança passa com o tempo. Vai virar mais um. Nenhum órgão público veio me procurar. É como se fosse um lixo. Meu filho só tinha 1 ano e 7 meses. Cadê a resposta? Ninguém fala nada. Acho que alguma autoridade devia procurar a família. (…) Não fui eu quem matou meu filho. (…) Foi a violência do estado do Rio que matou meu filho e eles estão quietos.”

O corpo de Benjamim da Silva foi sepultado na tarde deste domingo no Cemitério do Maruí, no Barreto, em Niterói, com pedidos de justiça.

O Antagonista lembra que, em 2015, a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) aprovou o vale-transporte para visitantes de bandidos presos.

Marcelo Freixo (PSOL), que conta com dez seguranças, foi um dos deputados estaduais que votaram a favor.

Já parentes de vítimas, como Fábio Antônio, têm de tirar dinheiro do próprio bolso, ou implorar ajuda, para sepultá-las.

Para Haver Líderes Exige-se Liderados.

  Por Michael I. Knowles, no Daily Wire. Ninguém deprecia o presidente Trump melhor do que o presidente Trump - basta perguntar a ele. E, no entanto, apesar de toda a fanfarronice e jactância, o homem que não conseguia ver um prédio sem querer...

Juiz faz Campanha para Bandido.

Do site do O Antagonista. A Folha noticiou que o juiz do trabalho Átila Roesler e sua mulher, Gabriela Goergen de Oliveira, foram detidos por alguns minutos na Praça do Comércio, em Lisboa, porque Gabriela fazia fotos com um cartaz no qual estava escrito “Lula Livre”....

PCB e PSOL Querem Censurar Policial que Matou Bandido

do O Antagonista: O PCB e o PSOL queriam que a policial Katia da Silva Sastre, candidata a deputada federal em São Paulo, pelo PR, fosse impedida de exibir na propaganda eleitoral o vídeo que a mostra matando um assaltante na porta da escola da sua filha....

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *