Policial branco assassina negro inocente ou Ferguson: Wilson x Brown

Postado em 25 de novembro de 2014

Promotor Robert McCulloch, anunciando a decisão do júri referente ao caso do policial branco acusado de matar um negro inocente:
“Estou ciente de que esta decisão não será aceita por alguns e pode decepcionar outros, mas todas as decisões no sistema de Justiça criminal devem ser determinadas pelas provas físicas e científicas, e pelos testemunhos críveis corroborados por essas provas, e não em resposta ao clamor público ou por conveniência política.”

Mais duas frases assustadoras pela obviedade:

“Decisões sobre questões tão graves quanto acusar um indivíduo de um crime simplesmente não podem ser tomadas com base em nada menos do que uma análise crítica completa de todas as provas disponíveis. Qualquer coisa a menos não é justiça”.

“É meu dever por juramento e do grande júri buscar a justiça e não simplesmente obter uma acusação ou uma condenação”.

Para Haver Líderes Exige-se Liderados.

  Por Michael I. Knowles, no Daily Wire. Ninguém deprecia o presidente Trump melhor do que o presidente Trump - basta perguntar a ele. E, no entanto, apesar de toda a fanfarronice e jactância, o homem que não conseguia ver um prédio sem querer...

Juiz faz Campanha para Bandido.

Do site do O Antagonista. A Folha noticiou que o juiz do trabalho Átila Roesler e sua mulher, Gabriela Goergen de Oliveira, foram detidos por alguns minutos na Praça do Comércio, em Lisboa, porque Gabriela fazia fotos com um cartaz no qual estava escrito “Lula Livre”....

PCB e PSOL Querem Censurar Policial que Matou Bandido

do O Antagonista: O PCB e o PSOL queriam que a policial Katia da Silva Sastre, candidata a deputada federal em São Paulo, pelo PR, fosse impedida de exibir na propaganda eleitoral o vídeo que a mostra matando um assaltante na porta da escola da sua filha....

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *