Juiz investigado dá cargo a reprovado em concurso

Postado em 11 de novembro de 2016

 

Depois de não ter conseguido passar em algumas das etapas escritas do concurso para procurador da República, o advogado João Costa Ribeiro Neto resolveu recorrer ao Judiciário e conseguiu assegurar seu posto de trabalho ao lado de Rodrigo Janot.

O juiz Charles Renaud Frazão de Moraes determinou que ele fizesse as provas orais e outra para que a PGR tenha de dar posse a Neto como procurador nesta segunda-feira.
Neto é filho do suplente de senador João Costa Filho. O titular da vaga é Vicentinho Alves, do PR de Tocantins, mas Filho já pôde assumir a cadeira no Legislativo entre 2012 e 2013.
O juiz Renaud, por sua vez, é investigado e responde a processo na Justiça por suposto desvio milionário de recursos e fraudes em empréstimos de uma associação de juízes com uma fundação habitacional.

A história, entretanto, teve final feliz: o presidente do TRF-1, Hilton Queiroz, acaba de suspender a posse de João Costa Ribeiro Neto.

Notícia extraída da coluna RADAR-ON-LINE, da revista VEJA, por Severino Motta

Publicação de André Meerholz no CONJUR

O Advogado André Meerholz,  do Núcleo de Direito Administrativo do Escritório, publicou, no dia 07/05/2021, artigo no site Consultor Jurídico, com o tema “O diálogo competitivo na nova Lei de Licitações“. Confira o artigo aqui. The post Publicação de André Meerholz no...

O diálogo competitivo na nova Lei de Licitações

*Artigo publicado no site Consultor Jurídico, no dia  07 de maio de 2021. Em 1º de abril foi publicada a Lei 14.133/2021, que estabelece novas diretrizes para licitações e contratos administrativos. A nova lei preserva inúmeros institutos e instrumentos que, sobretudo...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *