Passageiro Barrado será Indenizado

Postado em 6 de março de 2017

Uma empresa de ônibus intermunicipal foi condenada a pagar R$ 5.000,00 por danos morais. O juiz decidiu que ela causara vexame, perturbação, constrangimento e abalo da honra e dignidade.

Um motorista teria dito ao passageiro para embarcar no próximo ônibus porque, como dizem as testemunhas no processo, ele “estava um pouco sujo”. Elas não identificaram racismo, entretanto.

A passagem teria sido vendida ao requerente minutos antes da partida, portanto ele só poderia ser impedido de embarcar caso apresentasse comportamento inadequado.

Porque há um pensamento hegemônico, e esse pensamento é comunista, fica a dúvida se a decisão do juiz Bruno de Oliveira Feu Rosa foi isenta, uma vez que sua decisão tem sotaque esquerdista:

“situação econômica das partes, bem como a inserção social do ofendido.”

Leia a sentença aqui.

Aqui pessoas reclamam de juízes do Espírito Santo, estado onde ocorreu o fato.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: .
Data de Publicação: 6 de março de 2017.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: .
Data de Publicação: 6 de março de 2017.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *