Pais Podem Processar Escola Particular que Aderir à Greve da CUT

Postado em 15 de março de 2017

 

Rodrigo Constantino já havia denunciado o fato de o Colégio usar Gregorio Duvivier como material em vez de autores consagrados. Agora ele comunica aos pais que participa da greve da CUT:

 

A situação da Previdência Social é insustentável. Exigir direitos recusando-se a entender que não surgem por geração espontânea, é atitude de gente mimada e ignorante. Pai que trabalha não tem que sustentar quem o sabota. Constantino indica a dica:

ATENÇÃO PAIS DE ALUNOS DE ESCOLAS PARTICULARES

Se a escola do seu filho estiver seguindo a agenda de paralisação da CUT, e a diretoria da escola não devolver a vocês a diária da mensalidade (dado que vocês pagaram e seus filhos não terão aula) ou se a escola não estiver comprometida em repor esse dia perdido, entrem em contato comigo.

Escola particular que parar, processo irá tomar!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *