Presidiário Alega Ansiedade para Exigir Tratamento Especial

Postado em 27 de novembro de 2017

Aconteceu nos EUA, mas tudo que não presta a esquerda toma como modelo, avida e velozmente. Como consequência, o cidadão que não é assistido pelo Estado apesar de  trabalhar, sustenta os privilégios dos infratores.

Um grupo de direitos humanos norte-americano entrou com um processo contra o Departamento de Correção de Indiana em nome de um preso. 
A prisão não lhe forncO encarcerado alega ser transexual, acusando a recusa da prisão de lhe dar hormônios é comparável à negação de um remédio para vítimas de câncer.
 
O grupo insiste que A. Loveday passa por ansiedade, depressão e pensamentos suicidas porque a prisão se recusa a lhe fornecer os hormônios que lhe permitem transição para se tornar uma mulher
A ação do grupo cita a Oitava Emenda, que proíbe o governo de “deliberadamente permanecer indiferente a necessidades médicas graves de um preso.” A referida emenda foi escrita para impedir que o governo de torturar fisicamente os presos e de impedi-los de receber tratamento médico urgente. O Estado fornece os hormônios apenas para quem já estava em tratamento antes de ser preso, o que não é o caso de Loveday.
 
O grupo argumenta:”Se um preso é diagnosticado com câncer dois anos após ser preso, o sistema prisional trataria o câncer”,
 
Se ele ganhar seu processo, o povos do estado de Indiana terá que pagar por seu tratamento, que custa US $ 20.000 ao longo de um período de dois anos.
 
Em 2015, o traidor condenado Chelsea Manning, cuja sentença foi comutada pelo ex-presidente Barack Obama, foi aprovado para terapia hormonal para mudança de sexo.

Para Haver Líderes Exige-se Liderados.

  Por Michael I. Knowles, no Daily Wire. Ninguém deprecia o presidente Trump melhor do que o presidente Trump - basta perguntar a ele. E, no entanto, apesar de toda a fanfarronice e jactância, o homem que não conseguia ver um prédio sem querer...

Juiz faz Campanha para Bandido.

Do site do O Antagonista. A Folha noticiou que o juiz do trabalho Átila Roesler e sua mulher, Gabriela Goergen de Oliveira, foram detidos por alguns minutos na Praça do Comércio, em Lisboa, porque Gabriela fazia fotos com um cartaz no qual estava escrito “Lula Livre”....

PCB e PSOL Querem Censurar Policial que Matou Bandido

do O Antagonista: O PCB e o PSOL queriam que a policial Katia da Silva Sastre, candidata a deputada federal em São Paulo, pelo PR, fosse impedida de exibir na propaganda eleitoral o vídeo que a mostra matando um assaltante na porta da escola da sua filha....

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *