Como funciona a carreira na área de arbitragem para advogados?

Postado em 20 de agosto de 2018

A arbitragem vem ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional. Isso porque ela consiste em um método de resolução de conflitos que pode evitar os desgastes que um processo litigioso gera, tanto para advogados quanto para clientes.

Mas você sabe quais são as principais atribuições de um árbitro e os benefícios que essa atividade pode oferecer?

Neste artigo, entenda tudo sobre a carreira na área de arbitragem para advogados e abra o seu leque de possibilidades na esfera jurídica.

O que é a arbitragem?

A arbitragem é um método extrajudicial de resolução de conflitos que surgiu, no Brasil, na década de 90 com a Lei da Arbitragem.

Ela é utilizada quando ambas as partes concordam em resolver o conflito junto a um profissional que, após analisar a causa, decidirá qual é a melhor solução.

Dessa forma, a função do árbitro é, basicamente, conduzir a sessão no tribunal arbitral, tomando decisões sobre a metodologia utilizada, procedimentos, depoimentos a serem ouvidos e mediando possíveis conflitos durante a sessão.

Ele também tem a função de auxiliar na tomada da decisão final, sendo que a sentença arbitral possui o mesmo valor de uma dada pelo juiz.

Conheça mais detalhes sobre o que é arbitragem.

Como funciona a carreira na área de arbitragem?

Em primeiro lugar, é importante que você entenda quem pode se tornar árbitro. Segundo a Lei, qualquer pessoa pode seguir a carreira, desde que esteja capacitada para assumir tal função.

Além disso, o árbitro deve ter a confiança das partes e não pode possuir relações com nenhuma das pessoas envolvidas no conflito — o que poderia comprometer a imparcialidade.

Não existe exigência de formação específica para assumir essa função. Porém, é essencial que o árbitro tenha algumas características e competências para conduzir a sessão de maneira adequada.

Também é importante se qualificar e entender os métodos de mediação existentes para uma atuação mais eficaz na redução de conflitos litigiosos.

O profissional também deve se manter atualizado sobre todas as áreas do Direito, o que permitirá a ele esclarecer os direitos de cada uma das partes durante a sessão e auxiliar na tomada de decisão de forma consciente.

Nessa carreira, é possível atuar como árbitro nacional ou internacional.

Na arbitragem internacional, o profissional atua em conflitos entre dois países, geralmente no que se refere a questões comerciais e fiscais. Para isso, é preciso ter conhecimento da legislação de ambos os países. O inglês fluente é um importante requisito para atuação com arbitragem internacional.

Quais são os benefícios de uma carreira na arbitragem?

Atuar como árbitro pode oferecer uma série de benefícios. Em primeiro lugar, você é capaz de fornecer aos indivíduos uma opção de resolução de conflitos fora do judiciário, reduzindo a sobrecarga dos tribunais e o desgaste para profissionais e cidadãos.

Além disso, os salários podem ser muito atrativos, principalmente quando se fala em arbitragem internacional. Para você ter uma ideia, algumas resoluções nessa área podem envolver até milhões ou bilhões de dólares, sendo que o árbitro ganha um percentual desse valor.

Por fim, o trabalho permite uma flexibilidade de horários, uma vez que não existe uma “profissão de árbitro”, mas uma atuação quando solicitado.

Portanto, o que você está esperando para aprimorar os seus conhecimentos e investir em uma carreira na área de arbitragem para advogados? Considere essa opção de atuação e aproveite todos os benefícios que ela pode trazer para a sua vida profissional.

Conheça também sobre arbitragem internacional.

E-Book gratuito sobre arbitragem internacional

The post Como funciona a carreira na área de arbitragem para advogados? appeared first on Profissional de Direito.

Arbitragem – Profissional de Direito
Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Content Team Direito Profissional.
Data de Publicação: 20 de agosto de 2018.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Content Team Direito Profissional.
Data de Publicação: 20 de agosto de 2018.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

Em sua última carta, o prefeito Bruno Covas (PSDB) agradeceu às manifestações de apoio dos companheiros de partido e afirmou que, “de cabeça erguida”, estava enfrentando os “desafios que a vida (lhe) impõe”. “A luta é dura e árdua, mas não esmoreço e sigo em frente”,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *