MEC determina retorno às aulas presenciais nas universidades federais a partir de janeiro

Postado em 2 de dezembro de 2020

O Ministério da Educação publicou portaria na manhã desta quarta-feira, 2, no Diário Oficial da União (DOU), determinando retorno às aulas presenciais nas universidades federais a partir de 4 de janeiro de 2021. Segundo a portaria, os recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação deverão ser usados apenas em caráter “excepcional”. As atividades estão acontecendo de forma remota em decorrência da pandemia do coronavírus no país. Com o aumento de casos de Covid-19 desde novembro, estudantes e entidades já começaram a se manifestar contra o retorno presencial.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) se declarou contra a portaria e ressaltou que o MEC não levou em consideração o aumento dos casos do novo coronavírus e que a determinação vai na contramão “dos esforços que as instituições tiveram para conter contágios e reformular o calendário acadêmico”. Após duas horas de publicação da portaria, o assunto já entrou nos assuntos mais comentados no Twitter. Estudantes, professores e parlamentares mostraram indignação com o ministério. A deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS) classifica a decisão como uma “baita irresponsabilidade” da pasta.

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou em outubro uma resolução que permite o ensino remoto até 31 de dezembro de 2021, mas, para entrar em vigor, o documento precisava do aval do MEC. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, esteve presente na última live semanal do presidente Jair Bolsonaro, transmitida em 36 de novembro. “Nós queremos o retorno das aulas”, afirmou Ribeiro. Em seguida, Bolsonaro perguntou: “Você defende as aulas presenciais?”. O ministro respondeu que “claro” que defendia. “O meu parecer, o da minha equipe, é que voltem as aulas [presenciais]”, disse sem citar o documento aprovado integralmente pelo CNE.

Jovem Pan
Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 2 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 2 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *