Senadores assinam carta contra a reeleição de Alcolumbre

Postado em 2 de dezembro de 2020

Quatorze senadores, alguns deles que fazem parte do movimento Muda Senado, assinaram uma carta nesta terça-feira, 1º, se manifestando contra a reeleição do atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP). A Constituição veda expressamente esta possibilidade. “Cada uma das Casas reunir-se-á em sessões preparatórias, a partir de 1º de fevereiro, no primeiro ano da legislatura, para a posse de seus membros e eleição das respectivas Mesas, para mandato de dois anos, vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente”, diz o texto. No entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) vai analisar, a partir da sexta-feira, 4, em plenário virtual, a ação que questiona a possibilidade de reeleição dos presidentes e de outros cargos da Mesa Diretora da Câmara e do Senado.

Na carta, os parlamentares argumentam que “não há dúvidas de que não se pode ampliar o que o Constituinte expressamente restringiu, de modo que o único e legítimo meio para se permitir a recondução dentro da mesma legislatura seria através da aprovação, nas duas Casas e em dois turnos, de Proposta de Emenda à Constituição, não podendo mera mudança regimental desautorizar o comando constitucional”. Para eles não há, portanto, “qualquer omissão ou lacuna a ser preenchida pelo caminho da interpretação”. Em parecer enviado ao STF, o Senado defende a possibilidade de reeleição, pedindo que seja aplicada a mesma regra usada para a recondução de cargos do Poder Executivo.Tentar alterar por via judicial essa escolha política representa evidente subversão à separação dos poderes, verdadeiro atentado contra o estado democrático de direito”, alega o documento assinado pelos senadores.

Alcolumbre vem se articulando para buscar um novo mandato à frente da Casa. Porém, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, diz que não pretende uma nova reeleição. Para os senadores, o Congresso deve “respeitar a Constituição Federal que muitos de seus antigos membros ajudaram a construir e à qual estará sempre submetido”. “Consideramos que a alternância de poder é essencial para a democracia.”

Confira quem assinou a carta: 

  • Alessandro Vieira – CIDADANIA
  • Randolfe Rodrigues – REDE Sustentabilidade
  • Oriovisto Guimarães – PODEMOS
  • Alvaro Dias – PODEMOS
  • Major Olímpio – PSL
  • Eduardo Girão – PODEMOS
  • Jorge Kajuru– CIDADANIA
  • Flávio Arns – PODEMOS
  • Lasier Martins – PODEMOS
  • Mara Gabrilli – PSDB
  • José Reguffe – PODEMOS
  • Styvenson Valentim – PODEMOS
  • Esperidião Amin– PROGRESSISTAS
  • Tasso Jereissati – PSDB

Jovem Pan
Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 2 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

Em sua última carta, o prefeito Bruno Covas (PSDB) agradeceu às manifestações de apoio dos companheiros de partido e afirmou que, “de cabeça erguida”, estava enfrentando os “desafios que a vida (lhe) impõe”. “A luta é dura e árdua, mas não esmoreço e sigo em frente”,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *