Bolsonaro recebe fretadores e pode rever regras para viagens de ônibus

Postado em 3 de dezembro de 2020

O presidente Jair Bolsonaro pode revogar um decreto que determina regras para o transporte de passageiros em ônibus fretados para turismo no país. A medida foi um pedido de proprietários de pequenas e médias empresas que oferecem uma espécie de serviço colaborativo de viagens por meio de aplicativos, recebidos pelo presidente na saída do Palácio da Alvorada nesta quarta-feira, 02. Em resposta, Bolsonaro garantiu que avaliaria a legalidade do decreto. “Esse decreto eu resolvo em duas horas. Se o decreto está extrapolando, era comum ter isso [decretos extrapolando], mas comigo não”, afirmou. Dentre outras, o decreto em questão criou uma regra conhecida como circuito fechado, que condiciona a autorização para ao fretamento de um ônibus para turismo à garantia de que o mesmo grupo que foi, retornará. A ideia era evitar que essas empresas de turismo disputassem com aquelas que têm autorização do estado para fazer o transporte regular de passageiros.

Ao receber a demanda dos empresários, Bolsonaro ligou para o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que lembrou que o governo está trabalhando para acabar com essas regras. “Eu não sei se todos estão acompanhando a luta que nós temos, por exemplo, para abrir o mercado de ônibus. Nós soltamos um decreto, ano passado, abrindo o transporte rodoviário interestadual de passageiros”, disse. É bom lembrar que as mudanças que vêm sendo promovidas pelo governo nas regras do transporte interestadual de passageiros terão impacto direto na vida do usuário. Idosos e pessoas com deficiência podem não ter mais a garantia de um assento reservado nos ônibus, e as empresas não serão mais obrigadas a garantir a viagem independentemente da quantidade de passagens vendidas.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado

Política – Jovem Pan
Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *