Maia diz que Congresso definirá calendário de vacinação com ou sem governo

Postado em 7 de dezembro de 2020

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou, nesta segunda-feira, 7, em coletiva de imprensa, que o Congresso definirá um plano de vacinação contra a Covid-19 com ou sem a participação do governo federal. Aos jornalistas, Maia afirmou que a população brasileira “entrará em pânico” se não houver uma estratégia definida pelas autoridades, e destacou a intenção de votar, até a quinta-feira, 10, uma medida provisória (MP) que possa fornecer diretrizes para o cronograma de imunização no país. “Então, é muito grave que o Brasil não defina logo um plano, não resolva de forma definitiva qual é o caminho”, disse. Uma das MPs que aguardam deliberação dos parlamentares é a 1003, que autoriza o governo federal a adeir ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas da Covid-19, a Covax Facility.

Rodrigo Maia também afirmou que o Congresso vai “avançar de qualquer jeito”, mas ressaltou que “é bom que isso seja feito com o governo”. “As pessoas vão começar a entrar em pânico se o Brasil ficar para trás nessa questão de ter um plano, uma estratégia clara e objetiva. É bom que isso seja feito com o governo. Eu disse já ao presidente Bolsonaro. Mas nós vamos avançar de qualquer jeito, até porque o Supremo também vai avançar. E acho que o melhor caminho é que se faça de maneira integrada entre Executivo, Legislativo e, depois, a decisão final do Supremo”, disse nesta segunda. O presidente da Câmara disse, ainda, que já pediu ao relator da MP 1003, o deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), que conversasse com o Ministério da Saúde sobre o cronograma de vacinação.

Nesta segunda-feira, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que pretende iniciar a vacinação contra a Covid-19 no dia 25 de janeiro de 2021. A primeira fase da campanha irá priorizar profissionais de área da saúde que estão na linha de frente contra a doença, indígenas, quilombolas e os idosos com mais de 60 anos. No Estado, 77% dos óbitos pelo coronavírus estão concentrados nesta faixa etária e, de acordo com Doria, esse foi o critério para determinar o grupo prioritário. No total, essa fase pretende imunizar 9 milhões de pessoas. As decisões fazem parte do Plano Estadual de Imunização (PEI). A estratégia de vacinação está estimada em R$ 100 milhões, sem contar os insumos como seringas e agulhas.

Mais tarde, também nesta segunda, o presidente Jair Bolsonaro anunciou, em sua conta oficial no Twitter, que, “em havendo certificação da Anvisa, o governo ofertará a vacina a todos, gratuita e não obrigatória”. Na publicação, Bolsonaro disse que, segundo o Ministério da Economia, liderado pelo ministro Paulo Guedes, não faltarão recursos para que todos sejam atendidos. O vice-presidente Hamilton Mourão estima que, até o final de 2021, o governo vacinará 150 milhões de brasileiros.

Política – Jovem Pan
Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *