Augusto Aras critica a falta de integração entre as forças-tarefas da Lava Jato

Postado em 15 de dezembro de 2020

Augusto Aras critica a falta de integração entre as forças tarefas da Lava Jato. Para ele, o combate à corrupção seria ainda mais eficiente se a operação fosse institucionalizada. A declaração do procurador-geral da República reacende a disputa travada com os coordenadores da Lava Jato, que veem a possibilidade do fim da operação. Na avaliação de Aras, as forças tarefas deveriam ser substituídas por integrantes dos Gaecos. A medida conduziria os procuradores das forças tarefas para outra hierarquia dentro do Ministério Público. “Para que nós aprimoremos o combate à corrupção, precisamos neste instante completar a nossa rede de Gaecos, integrá-las com diálogo permeancentes, integrar os nossos dados. E deixemos que essas forças-tarefa, que se concentraram em Curitiba, Rio e São Paulo, atinjam todo Norte e Nordeste do país. Nós precisamos de ter combate a corrupção nas 27 unidades da federação.”

O Procurador-Geral da República defende que o Ministério Público atue no papel de defensor da sociedade e das minorias. Para o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, o órgão ainda deveria fiscalizar as mazelas brasileiras. O decano e o procurador-geral da República participaram do lançamento do Anuário do Ministério Público de 2020, promovido pela revista Consultor Jurídico. O documento reúne os registros de atividade do órgão em todo o ano de 2020.

*Com informações do repórter Vinícius Nunes

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 15 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 15 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *