MDB decide lançar candidato único à presidência do Senado

Postado em 17 de dezembro de 2020

Maior bancada do Senado, com 13 cadeiras, o MDB decidiu, em reunião nesta quarta-feira, 16, lançar um candidato único à presidência da Casa, em eleição que será disputada em fevereiro de 2021. O partido já havia sinalizado que não abriria mão de ter um postulante à sucessão do atual presidente, Davi Alcolumbre (DEM-AP). “Com o maior número de parlamentares no Senado Federal, a bancada está pronta e unida para assumir a responsabilidade e os compromisso s que lhe cabem na eleição para o comando da Casa, em 2021. O momento exige bom senso e maturidade política. O respeito ao diálogo e à dimensão das bancadas é particularmente importante para garantir condução equilibrada de uma pauta de reconstrução do país, após esse período tão difícil que o Brasil enfrente”, diz um trecho da nota enviada à Jovem Pan. Tradicionalmente, a maior bancada da Casa elege o presidente.

Como a Jovem Pan mostrou, o MDB possui, ao menos, quatro nomes cotados: Eduardo Gomes, líder do governo Bolsonaro no Congresso; Fernando Bezerra Coelho, líder do governo no Senado; Eduardo Braga, líder da bancada, e Simone Tebet, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Na mesma nota, a bancada se compromete “a dialogar com todas as bancadas para apresentar um candidato único do partido para a sucessão da Presidência do Senado, na próxima eleição da Mesa”. “Essa decisão reflete a força e a unidade do MDB. Reflete, ainda, a postura de ponderação e diálogo que tem pontuado a atuação da legenda no cenário nacional”, acrescentam os parlamentares. Em 2019, na eleição vencida por Alcolumbre, Simone Tebet desistiu de sua candidatura ao ser preterida pela maioria dos senadores na disputa interna com Renan Calheiros (MDB-AL).

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: André Siqueira.
Data de Publicação: 17 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: André Siqueira.
Data de Publicação: 17 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

Em sua última carta, o prefeito Bruno Covas (PSDB) agradeceu às manifestações de apoio dos companheiros de partido e afirmou que, “de cabeça erguida”, estava enfrentando os “desafios que a vida (lhe) impõe”. “A luta é dura e árdua, mas não esmoreço e sigo em frente”,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *