Sergio Moro e ministro André Mendonça discutem no Twitter por causa de Bolsonaro

Postado em 28 de dezembro de 2020

Os ânimos estão exaltados entre críticos e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Na noite desta segunda-feira, 28, as redes sociais viraram ringue para o ex-ministro Sergio Moro e o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça. A confusão começou depois que Moro criticou a condução do presidente da República no combate a pandemia da Covid-19. “Vários países, inclusive da América Latina, já estão vacinando seus nacionais contra a covid-19. Onde está a vacina para os brasileiros? Tem previsão? Tem presidente em Brasília? Quantas vítimas temos que ter para o governo abandonar o seu negacionismo?”, escreveu em sua página do Twitter.

Horas depois André se posicionou em sua página oficial ironizando o recado do ex-ministro. “Vi que Moro perguntou se havia presidente em Brasília? Alguém que manchou sua biografia tem legitimidade para cobrar algo? Alguém de quem tanto se esperava e entregou tão pouco na área da Segurança?”, escreveu. Em resposta, Moro questionou a autonomia de André em sua função. “Ministro, o senhor nem teve autonomia de escolher o Diretor da PF ou de defender a execução da pena da condenação em segunda instância (mudou de ideia?), então me desculpe, menos. Faça isso e daí conversamos”. O ministro, porém, apontou que sua gestão tem sido mais efetiva que a anterior. “Quer cobrança? Por que em 06 meses apreendemos mais drogas e mais recursos desviados da corrupção que em 16 meses de sua gestão?”.

A discussão foi acompanhada por muitos seguidores que comemoraram cada resposta como uma torcida de futebol. Comentários como “Sergio Moro tomando um esculacho do André Mendonça”, “Ainda temos esperança nesse ministro” e similares foram vistos no perfil do ministro. “O Senhor não foi parte desse governo?”, “cara de pau” e etc. figuraram entre as respostas para Moro. André Mendonça foi indicado por Bolsonaro para assumir o posto de ministro depois que Moro pediu demissão, em abril. Mendonça comandava a AGU (Advocacia Geral da União) antes da nomeação e ganhou destaque depois que o presidente cogitou a indicação de seu nome ao Supremo Tribunal Federal.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 28 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 28 de dezembro de 2020.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *