Para João Campos, prefeito de Recife, frente ampla deve pacificar o cenário político

Postado em 5 de janeiro de 2021

O prefeito de Recife, em Pernambuco, João Campos (PSB), vê na frente ampla uma saída para o “país andar para frente”. Entretanto, ele ressalta que a capacidade de dialogar é fundamental no dia a dia. “Em um momento adverso como esse, que a gente tem uma crise econômica prolongada, uma crise social, uma fragilidade do governo federal em fazer a condução diante de um momento como esse diante de um momento pandêmico como esse. A gente precisa discutir uma alternativa. Espero que a oposição consiga fazer uma frente ampla e democrática e que consiga pacificar o cenário político nacional. E isso resulte em crescimento econômico, inclusão social”, disse.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, Campos lembrou que a composição de uma equipe de governo dividida igualmente entre homens e mulheres era uma proposta de campanha. “A gente foi além. Colocamos mulheres ocupando metade dos cargos de secretarias e todas tem capacidade técnica correlativa com a área.” As mulheres vão administrar a maior parte do orçamento do governo de Recife, em pastas robustas e importantes, como: infraestrutura, saneamento, habitação, finanças, saúde, entre outras. “Há estudos que mostram que, quando há um maior número de líderes mulheres, há uma maior entrega de qualidade, perfeccionismo e sensibilidade. Esse passo não é só simbólico, mas um compromisso efetivo que vai fazer a diferença.”

Em relação à pandemia, João Campos disse que estuda uma campanha própria de vacinação com o comitê específico caso as tratativas com o governo federal não sejam efetivadas. “Tomamos a decisão de que não vamos abrir mão de vacinar porque esse é o único caminho de vencer a pandemia de forma definitiva”, disse. “Há uma reserva de insumos na cidade, que vem sendo construída com o governo do Estado. O único item que falta chegar é a própria vacina. Estamos, de maneira proativa, à disposição e conversando com as produtoras para fazer aquisição direta se isso for necessário.” O prefeito de Recife também destacou que vai evitar um fechamento geral das atividades econômicas. “A gente monitora a pandemia diariamente. Criamos uma série de protocolos e fases. Caso seja necessário, vamos regredir por etapas para não fechar tudo de uma vez.”

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 5 de janeiro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

‘A luta é dura e árdua’, disse Bruno Covas em sua última carta

Em sua última carta, o prefeito Bruno Covas (PSDB) agradeceu às manifestações de apoio dos companheiros de partido e afirmou que, “de cabeça erguida”, estava enfrentando os “desafios que a vida (lhe) impõe”. “A luta é dura e árdua, mas não esmoreço e sigo em frente”,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *