Maia defende votação presencial na eleição para a presidência da Câmara

Postado em 13 de janeiro de 2021

Vinte deputados federais do PSL vão ser julgados pelo Conselho de Ética do partido após terem assinado uma lista que tentava transferir o apoio oficial da legenda de Baleia Rossi para Arthur Lira na eleição à presidência da Câmara. Os parlamentares fazem parte de uma ala dissidente do PSL, mais ligada ao presidente Jair Bolsonaro. Desses, 17 já estão suspensos das atividades partidárias — o que os impede de representar o partido, por exemplo, em comissões da Câmara. O Conselho de Ética do PSL vai se reunir nesta quarta-feira, 13, e encaminhar as representações aos parlamentares, que vão ter cinco dias corridos para apresentar a defesa. Entre as possíveis punições, está a expulsão deles da legenda.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que cabe à Mesa Diretora da Casa apenas referendar a posição oficial do partido. “Cabe apenas à mesa diretora, o registro da decisão dos partidos. Transfere muito poder às cúpulas partidárias, a gente não tem dúvida nenhuma. E esse assunto da suspensão cabe apenas registrar a decisão dos partidos.” Rodrigo Maia também comentou um pedido do PP para esclarecer como será a eleição interna da Casa. O deputado Arthur Lira, candidato do bloco contrário ao de Maia, vem criticando a possibilidade de a votação ser remota. Maia disse que o pleito vai ser presencial, com urnas espalhadas por áreas externas ao plenário. Mas não descarta uma adaptação para deputados mais idosos.

“Ninguém vai ficar contra a votação presencial. Pelo contrário, nós queremos e defendemos que os deputados estejam presentes em Brasília. Mas acredito que o relator deva consultar médicos e especialistas. Para que a gente possa decidir ou não se deve haver uma excepcionalidade para os grupos de risco.”Outro ponto que ainda não está definido é a data da eleição. Maia defende que ela aconteça no dia 2 de fevereiro, um dia após a eleição do Senado. Seria a primeira vez que as duas Casas fazem a votação em dias separados. Já o deputado Arthur Lira pede que seja mantida a data no dia 1º. Todos os detalhes sobre o pleito devem ser divulgados até a semana que vem.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 13 de janeiro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 13 de janeiro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *