Mais 10 milhões de doses de Oxford virão da Índia até 8 de fevereiro, diz governador do Piauí

Postado em 25 de janeiro de 2021

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou, nesta segunda-feira, 25, que mais 10 milhões de doses prontas da vacina da Universidade de Oxford com a AstraZeneca, produzida pelo Instituto Serum, da Índia, serão enviadas ao Brasil até o dia 8 de fevereiro. O petista é o coordenador do Fórum Nacional dos Governadores na temática da vacinação. “Consideramos grande avanço o acordo com a Índia para a entrega dos 2 milhões de doses prontas da Serum/Astrazeneca e também para mais 10 milhões de doses até 8 de fevereiro. Foi o caminho da diplomacia, da relação Governo Central do Brasil com Governo da Índia que deu este resultado”, diz uma nota divulgada pelo governo piauiense.

Na sexta-feira, 22, o Brasil recebeu 2 milhões de doses da vacina fabricada pelo Instituto Serum – os imunizantes foram recebidos pelos ministros Eduardo Pazuello (Saúde), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Fábio Faria (Comunicações). O envio das vacinas aos estados foi iniciado na noite do sábado, 23. Em nota, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirma que a importação das doses está sendo discutida com o governo indiano, mas ressalta que “ainda não há um quantitativo acertado”. “Além dos dois milhões de vacinas prontas que foram entregues pela Fiocruz ao Programa Nacional de Imunizações (PNI/MS), no último sábado (23/1), estariam sendo negociadas doses adicionais. A negociação segue em andamento e ainda não há um quantitativo acertado. O processo conta com o apoio do governo da Índia e da AstraZeneca, que vem colaborando em todo o esforço de antecipação das vacinas frente às dificuldades alfandegárias para exportação do IFA na China”.

Na quarta-feira, 27, o Fórum Nacional dos Governadores irá se reunir virtualmente com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, para tratar sobre a situação dos contratos com a Fiocruz e com o Instituto Butantan. Como a Jovem Pan mostrou, os governadores cobram “diálogo diplomático” do governo federal com China e Índia para “assegurar a continuidade do processo de imunização no país”. Na tarde desta segunda, o presidente Jair Bolsonaro anunciou, em suas redes sociais, que os insumos para a produção da CoronaVac foram liberados pelo governo chinês e chegarão ao país “nos próximos dias”. “Embaixada da China nos informou, pela manhã, que a exportação dos 5400 litros de insumos para a vacina Coronavac está aprovada, em vias de envio ao Brasil, chegando nos próximos dias. Assim também os insumos da vacina AstraZeneca que estão com liberação sendo acelerada”, diz a publicação.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: André Siqueira.
Data de Publicação: 25 de janeiro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: André Siqueira.
Data de Publicação: 25 de janeiro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

AGU recorre de decisão que determinou a realização do Censo 2021

A Advocacia-Geral de União (AGU) recorreu de uma liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenou a realização do Censo 2021. O julgamento no plenário da Corte deverá começar nesta sexta-feira, 7. A defesa do governo pede que o Supremo...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *