Expectativa é que Anvisa aprove testes da vacina brasileira logo, diz Marcos Pontes

Postado em 29 de março de 2021

O governo federal espera que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove a execução das Fases 1 e 2 dos testes clínicos da futura vacina nacional contra a Covid-19 “o mais rápido possível”. A afirmação é do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, feita em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, nesta segunda-feira, 29. A declaração acontece um dia após a Anvisa pedir informações adicionais à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), responsável pelo desenvolvimento da “Versamune®️-CoV-2FC”, vacina contra a Covid-19 nacional, anunciada pelo governo na sexta-feira, 26.

Segundo o ministro, o pedido “faz parte do processo” e não traz estranhamentos ao governo, que admite a possibilidade – e a intenção – exportar o possível imunizante para suprir outros mercados. A ideia é que essas empresas brasileiras consigam gerar vacinas para a nossa necessidade, segundo as especificações da necessidade do país, mas também alimentar outros mercados mundiais que tenham problemas importantes. Sem dúvida nenhuma isso vai ser feito”, disse, ressaltando a importância da iniciativa privada para o desenvolvimento do composto. De acordo com o ministro, além da Versamune, outros 15 protocolos de vacinas, com diferentes abordagens e tecnologias, estão “em evolução” e compõem a estratégia do governo. 

“Esse ano a ideia é por meio do Ministério da Saúde, a compra de vacinas importadas para vacinação em massa e desenvolvimento de protocolos de vacinas nacionais. O coronavírus veio para ficar, precisamos ter outras vacinas disponíveis para baixar custo e ter o completo domínio da vacinação. Além disso, no ano que vem, teremos vacinas nacionais,  se possível esse ano. Em paralelo estamos desenvolvendo no CT Vacinas o tipo de uma ‘Oxford brasileira’ para ter protocolos engatilhados, com coordenações feitas, para que possa responder rapidamente em próximas pandemias”, disse. Segundo Marcos Pontes o previsão é que a Fase 1 e 2 de testes clínicas da Versamune tenham 360 participantes, enquanto a Fase 3 deve contar com 20 mil voluntários e durar de seis a sete meses. Seguindo o cronograma, a estimativa é que a vacina brasileira esteja disponível apenas em 2022.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 29 de março de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 29 de março de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *