Lira, Pacheco e Queiroga detalham 1ª reunião do comitê: ‘É a materialização da harmonia entre os poderes’

Postado em 31 de março de 2021

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, repercutiram as decisões tomadas na primeira reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, realizada na manhã desta quarta-feira, 31. Durante a coletiva de imprensa, Rodrigo Pacheco detalhou as medidas apresentadas pelos governadores e sugeriu ações que podem aumentar o número de vacinados e a quantidade de leitos no Brasil. O senador informou que solicitou ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a sanção do projeto de lei aprovado pelo Senado na terça-feira, 30, que permite a contratação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva por parte da iniciativa privada com possibilidade de compensação tributária.

Segundo o presidente da Casa, também foi discutida a possibilidade da iniciativa privada adquirir doses de vacina contra a Covid-19, desde que metade seja destinada ao Sistema Único de Saúde (SUS). “É algo que está na lei, mas que exige o cumprimento do Programa Nacional de Imunização (PNI). Então, uma das ideias discutidas nesse comitê, é a possibilidade de uma inovação legislativa para a participação da iniciativa privada no processo”, contou Pacheco. O ministro da Saúde disse que dará consentimento aos dois projetos. Pacheco ainda transmitiu ao presidente e aos demais membros do comitê as reflexões, impressões e reivindicações dos governadores de Estado e do governador do Distrito Federal. Ele reforçou a necessidade de união entre os agentes políticos e públicos e solicitou um alinhamento da comunicação social do governo federal e da assessoria do presidente, para que haja uma uniformização nacional do discurso.

Sobre os pedidos dos governadores, o senador transmitiu o pedido de atualização do PNI, com a priorização de profissionais da segurança pública e da Educação. Os governantes também sugeriram ao Ministério da Saúde, por meio de Pacheco, a centralização da entrega de equipamentos e insumos às secretarias de Estado e uma atualização mais eficiente da gestão da pandemia por municípios e estados, com informações atualizadas sobre a vacinação. A questão sobre dados da imunização também foi trazida por Arthur Lira. “Nós temos que prestar atenção em um dado: por que o Brasil distribuiu 34 milhões de doses de vacina e nós só temos 18 milhões de doses aplicadas?”, questionou. “Eu não acredito, não acho que seja possível, que nenhum governador e nenhum prefeito não esteja vacinando a sua população.” Após o questionamento, o parlamentar informou que solicitou ao Ministério da Saúde a formação de um grupo “mais rígido” no controle de dados sobre a vacinação contra a Covid-19 no Brasil. O deputado comemorou o saldo positivo do encontro. “Foi muito produtivo no aspecto de se trazer alguns esclarecimentos”, disse.

O ministro da Saúde também fez um discurso de união. “É a materialização da harmonia entre os poderes, que é a principal ferramenta para o enfrentamento dessa situação”, afirmou Queiroga, que considerou importantes as iniciativas trazidas pelo Congresso Nacional. Sobre as articulações da pasta, Queiroga informou que o encontro com o embaixador dos Estados Unidos, Todd C. Chapman, e com o doutor Anthony Fauci, do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA (CDC), foi muito produtivo. “Essas reuniões mostram que podemos avançar muito nessa relação”, apontou. “Estamos em tratativas com a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) e com o próprio governo americano para buscar produtos e rapidamente estabelecer os estoques reguladores que tirem a  gente dessa situação de ter que resolver as coisas a cada dia”, completou Queiroga sobre os medicamentos utilizados no combate a Covid-19, como os remédios do “kit intubação”.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 31 de março de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 31 de março de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

Rogéria Dotti participa de evento promovido pela AASP

Rogéria Dotti participa de evento promovido pela AASP

Nos dias 05 e 06 de agosto, acontece o evento “Desjudicialização da Execução Civil. Debate sobre o PL Nº 6.204/2019”, organizado pela Associação dos Advogados de São Paulo-AASP e coordenação de Flávia Ribeiro. Rogéria Dotti está confirmada para proferir palestra ao...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *