‘Não há comprometimento do governo com o combate à corrupção’, diz Thaméa Danelon

Postado em 6 de abril de 2021

A ex-coordenadora da força-tarefa da Lava Jato, Thaméa Danelon, afirmou em entrevista ao Programa Pânico, da Jovem Pan, nesta terça-feira, 6, que o sistema político continua a se opor ao combate à corrupção. “Os poderosos não têm interesse em acabar com a corrupção porque eles tiram proveito dela. O sistema beneficia os mal intencionados, desonestos. Poucas pessoas vão para a política com o espírito público de contribuir com a sociedade, com a vontade de melhorar o país.” Na avaliação da procuradora da República, mesmo eleito sob o discurso do combate à corrupção, o atual governo não tem realizado ações neste sentido. “A Justiça está muito relacionada à política e economia. Como defensora da ordem jurídica, não vejo um grande comprometimento do governo federal com o combate à corrupção”, afirmou.

Em fevereiro deste ano, o Ministério Público Federal (MPF) anunciou o fim da força-tarefa da Lava Jato, desmantelando a maior operação contra a corrupção da história do país. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alegou que “acabou com a Lava Jato porque não existe mais corrupção no governo”. No entanto, para Thaméa Danelon, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro deixou a Esplanada por não compactuar com a postura do Executivo frente à luta contra os crimes. “Eu conheço o doutor Moro, ele é uma pessoa extremamente honesta, profissional, séria e comprometida com o combate à corrupção. Poucos juristas são patriotas como ele e Deltan Dallagnol. Moro aceitou o cargo de ministro para lutar contra a criminalidade em grande escala, foi um excelente titular da pasta, mas o sistema não quer que o combate à corrupção vença. Acredito que Sergio Moro saiu exatamente pela falta de compromisso do governo com esta agenda.” Além disso, ela reiterou que “não sabe se seria o caso” de Moro tornar-se candidato político, já que a pessoa precisa ter “muito estômago” para seguir por este caminho.

De acordo com a jurista, a corrupção endêmica, sistêmica e cultural – como caracteriza, apenas será freada com uma mudança na própria legislação brasileira. “A criminalidade nas altas cúpulas apenas será combatida com reformas, sobretudo a política. Atualmente, dos 513 deputados eleitos na Câmara, apenas 27 dependeram do voto popular. Ou seja, a maioria dos parlamentares foram puxados por um sistema político que está errado. Não somos devidamente representados e, por isso, a população precisa acompanhar a vida política do país”, concluiu.

Confira na íntegra a entrevista com Thaméa Danelon:

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 6 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 6 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *