‘Toma quem quer, mas muitos países só aceitarão turistas vacinados’, diz ministro do Turismo

Postado em 7 de abril de 2021

Fortemente afetado pela pandemia do novo coronavírus, o setor de turismo registrou queda de 36,7% em 2020, segundo o IBGE. Em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, nesta quinta-feira, 7, o ministro do Turismo Gilson Machado afirmou que a recuperação do setor depende da vacinação da população brasileira. “A primeira medida rumo à normalização do turismo é vacinar a população toda. A partir do momento em que as pessoas estiverem vacinadas, poderão contar com o aplicativo Conecte SUS, que registra as doses tomadas e pode funcionar como um instrumento para facilitar a circulação de turistas imunizados no país.” Apesar de defender a autonomia dos cidadãos, Gilson Machado disse que a imunização será um critério exigido por muitas nações para autorizar a entrada de turistas. “O mundo inteiro está se adaptando ao ‘novo normal sanitário’, todos os países exigirão certificado de imunização. Mesmo depois da vacina, ainda conviveremos com os legados da pandemia por muito tempo e teremos que continuar seguindo os protolocos como distanciamento, uso de máscaras a alcoól em gel”, disse.

Segundo o ministro, mesmo que sua instalção não seja obrigatória, o aplicativo que possibilita o acesso a Carteira Nacional Digital de Vacinação, pode ajudar a alavancar o turismo e a recuperação econômica no Brasil. “Se você tomou as duas doses contra a Covid-19, seu certificado de vacinação estará disponível na plataforma, podendo ser usado como uma autorização para circular no país. Nós estamos oferecendo este instrumento, mas quem decide se validará o certificado como autorização são os prefeitos e governadores. Adere ao passaporte quem quer, baixa o aplicativo quem quer, toma a vacina quem quer e os prefeitos e governadores aceitam a autorização se quiserem. Além disso, estamos em tratativas para validá-lo em outros países porque o mundo inteiro só aceitará receber turistas vacinados. Quem não quiser, não precisa baixar o aplicativo Conecte SUS ou tomar vacina. Cada um faz o que quiser de sua vida.”

Analisando o contexto da pandemia, Machado considerou que “não estamos diante de uma brincadeira”. “Ninguém esperava que fosse durar tanto tempo, no fim do último ano estávamos tendo uma forte recuperação do turismo, com direito a praias lotadas e congestionamento de jatinhos em Porto Seguro. A segunda onda está muito recente, as autoridades ainda precisarão se reunir para definir os protocolos que serão adotados no turismo em todo o mundo. Desta forma, o fluxo voltará ao normal. Mas não estamos diante de uma brincadeira, segundo estudiosos, a malha aérea deve se normalizar apenas em 2025″, concluiu.

Confira a entrevista com o minsitro Gilson Machado:

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *