Defensoria pede a Doria explicação sobre vacinas e aplicação de dinheiro da União contra a Covid-19

Postado em 8 de abril de 2021

A Defensoria Pública da União enviou nesta terça-feira, 6, um ofício ao governador de São Paulo, João Doria, pedindo esclarecimentos sobre questões relacionadas à Covid-19 e a vacinação no Estado. O documento, com 17 questões diferentes, foi assinado pelo defensor público geral federal, Daniel de Macedo Alves Pereira, e pelo defensor nacional de direitos humanos, André Ribeiro Porciúncula. Nele, os representantes da DPU pedem que Doria apresente informações sobre o número de vacinas recebidas por todos os fornecedores, pela União e por aquisição direta do governo, assim como sobre o número de doses aplicadas até o dia 6 de abril de 2021.

Eles também solicitam que o governador explique por que o estado faz reservas técnicas de vacinas para aplicação de 2ª dose ao invés de priorizar a vacinação do maior número de pessoas possíveis com a primeira e que divulgue a estimativa de tempo levada entre a dose ser recebida pelo Estado e aplicada nos moradores. Documentos que comprovem a execução orçamentária dos recursos vindos da União e do próprio estado para combater a Covid-19 foram pedidos, assim como o saldo remanescente dos recursos repassados pela União até o dia 5 de abril. Além disso, a DPU pediu dados sobre a taxa de ocupação de leitos do Estado ao longo dos meses, sobre o consumo de oxigênio, de medicamentos de “kit intubação”, a quantidade de servidores e a estrutura hospitalar do Estado.

O documento, datado da última terça-feira, 6, dá ao governador um prazo de 15 dias para análise e resposta das perguntas. Segundo o ofício, o defensor de direitos humanos “foi provocado, por diversos meios, dentre eles sociedade civil, entidades governamentais, veículos de comunicação social e por Grupos de Trabalho da própria Defensoria Pública da União a requerer ao Ministério da Saúde, Governadores e Prefeitos de todo território nacional informações, dados e medidas administrativas adotadas durante a Pandemia”. A DPU não informou se outros governadores foram intimados a responder tais perguntas. Em nota, o Governo de São Paulo afirmou que as informações são públicas e podem ser vistas no portal da transparência do coronavírus. O órgão disse, ainda, que, atenderá a demanda dentro do prazo, relembrou que o Ministério da Saúde e os demais governos estaduais receberam cópias da solicitação e criticou o governo federal. “A Defensoria deveria questionar por que a União esnobou 130 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19”, finaliza.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 8 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 8 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *