PGR questiona governadores sobre fechamento dos hospitais de campanha

Postado em 20 de abril de 2021

Governadores se mostraram surpresos com nova cobrança da Procuradora-Geral da República (PGR) sobre hospitais de campanha desativados. O ofício, assinado pela subprocuradora Lindôra Araújo, estabelece um prazo de cinco dias para que os Estados prestem esclarecimentos e pede, detalhadamente, quais valores foram repassados pelo governo federal e como foram distribuídos aos municípios. A Procuradoria exige ainda que a resposta seja assinada pessoalmente por cada governador.

No documento, o órgão cobra também explicações sobre gastos com insumos e equipamentos de hospitais de campanha que foram desativados. Um dos pontos que mais desagradaram governadores é o que questiona o entendimento dos representantes estaduais de que a pandemia tinha acabado entre setembro e outubro de 2020, tendo como consequência a desativação dos hospitais. Segundo a PGR, a ação culminou em perda de vidas, falta de leitos e que a verba repassada foi “mal utilizada”.

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse que, na ocasião, os leitos foram desativados por falta de pacientes. “Qual era o sentido de ficar três, quatro, cinco, seis meses pagando por cada leito de hospital de campanha se não tinha necessidade? Infelizmente, lá na frente, mesmo com essa rede ampliada que fizemos, nós tivemos uma situação que novamente colapsou a rede em todo o Brasil”, disse. De acordo com ele, a principal causa do colapso no sistema de saúde foi a falta de mão de obra. O governador frisou que boa parte dos investimentos em hospitais de campanha foi feita com recursos dos Estados e com total transparência.

*Com informações da repórter Camila Yunes

 

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 20 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 20 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *