CPI da Covid-19 deve ouvir Mandetta, Teich, Pazuello e Marcelo Queiroga

Postado em 29 de abril de 2021

Mais de 250 requerimentos de convocação, convite e pedidos de informação foram protocolados na CPI da Covid-19. O colegiado se reúne nesta quinta-feira, 29, para votar o plano de trabalho. A partir daí, fica traçada a relação de quem os senadores devem ouvir. A comissão também deve aprovar a lista com onze prioridades traçada pelo relator, o senador Renan Calheiros. Entre elas, processos relacionados às aquisições de vacinas e insumos e a postura do governo em temas como “isolamento social, quarentena e proteção da coletividade”. Pelo menos cinco depoimentos são dados como certos: os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, o atual ministro, Marcelo Queiroga, e o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres.

Também existem pedidos de convocação de seis ministros, como o da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, e o da Defesa, Walter Braga Netto, além do ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Autoridades de outros órgãos do governo, como a Secom e a Funai, também estão na lista. Já os senadores governistas querem depoimentos de governadores. João Doria, de São Paulo; Wilson Lima, do Amazonas; e Rui Costa, da Bahia, podem aparecer entre os depoentes. Os membros da CPI ainda não decidiram se vão ouvir o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo o senador Randolfe Rodrigues, isso vai ser definido posteriormente. “Se for necessário chamar Paulo Guedes, isso vai depender da conveniência dos fatos a serem investigados. Se os fatos levarem a necessidade de chamar, tanto o relator quanto nós votaremos pela convocação.” Renan Calheiros pediu informações de dois inquéritos do Supremo Tribunal Federal: o das fake news e o dos atos antidemocráticos, ambos conduzidos pelo ministro Alexandre de Moraes. O relator requer provas e documentos sobre “a disseminação de informações falsas relacionadas à pandemia ou que incentivem aglomerações ou desrespeito às medidas sanitárias.” Também foram pedidos documentos da CPMI das Fake News que tenham correlação com a pandemia.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 29 de abril de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *