Eduardo Girão afirma que CPI da Covid-19 está sendo parcial e fazendo ‘palanque político’

Postado em 4 de maio de 2021

A CPI da Covid-19 no Senado Federal recebe nesta terça-feira, 4, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Além dele, a previsão é que outros chefes da pasta, como Nelson Teich e Eduardo Pazuello, também sejam ouvidos pelo colegiado. O objetivo dos depoimentos é entender a atuação e possível omissão do governo federal na condução da pandemia de Covid-19. No entanto, a série de oitivas é vista por parte dos senadores como um encaminhamento parcial do colegiado. “Não temos o plano de trabalhos sequer aprovado e já estamos chamando as oitivas. No apresentado eles ignoram o requerimento de CPI que consegui aprovar com assinatura de 45 senadores, maioria no Senado, que, além da União, de investigar o governo que tem que ser investigado, também investigar as verbas federais de centenas de bilhões de reais a Estados e municípios. Não estão querendo deixar fazer o trabalho, como o povo brasileiro quer toda verdade e não apena uma parte da verdade”, afirmou o senador Eduardo Girão. Segundo ele, “a coisa está muito pendente para um lado só”, o que configura “palanque político.”

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, ele falou sobre a existência de uma “antecipação de julgamento por todos os lados” e de uma dificuldade para dar início às investigações sobre possíveis desvios de verbas destinadas ao combate da crise sanitária. O senador pretende propor, ainda nesta terça-feira, que haja uma alternância nos depoimentos, chamando um membro do governo para dar esclarecimento sobre a atuação federal e um órgão que possa esclarecer os repasses feitos aos demais entes federativos. Segundo ele, a comissão da Covid-19 começou “sem o básico” e passa por uma tentativa de “blindagem” aos Estados e municípios. “O Brasil está sendo muito prejudicado na condução dessa CPI, que pode trazer um legado importante. Vou lutar por isso. Qual legado que vejo, além de apurar as responsabilidade, acredito que o legado, já que especialistas do mundo dizem que podemos ter outra pandemia em pouco, tem que ter legado do que erramos, do que acertamos para ficar para as futuras gerações”, disse, defendendo a busca por um equilíbrio na condução do colegiado.

“A verdade precisa vir toda, não em partes como alguns querem fazer”, afirmou. Embora não tenha antecipado possíveis questionamentos ao ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, Eduardo Girão ressaltou que pretende entender qual o nível de influência do Planalto nas decisões para combate à pandemia. “Acredito que pode ser muito esclarecedor. As pessoas precisam acompanhar para entender quem está interessado em que. Vai ser muito fácil conseguir fazer um julgamento de valor, vai estar a verdade muito na cara, o interesse de cada um”, disse, em referência a possíveis parcialidades da comissão. Além de Mandetta, o ex-ministro da Saúde Nelson Teich também será ouvido nesta terça-feira.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 4 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *