Justiça absolve Temer e Cunha nas investigações do ‘Quadrilhão do MDB’

Postado em 6 de maio de 2021

A Justiça Federal de Brasília absolveu o ex-presidente Michel Temer (MDB), o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e outros dez réus  no processo baseado nas investigações do ‘Quadrilhão do MDB’. Na prática, a decisão da Justiça encerra a ação penal, mas cabe recurso ao Ministério Público Federal (MPF). A decisão foi tomada pelo juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, que recebeu a ação após a perda de foro especial de Temer, que aconteceu quando o emedebista deixou a presidência. Segundo o magistrado, não existem provas de associação entre os políticos que fortaleçam a narrativa da acusação. A defesa de Eduardo Cunha comemorou a decisão e classificou como “absurda” a ação do MPF. “Uma fracassada tentativa de criminalização da atividade política que merece total repúdio”, disseram os advogados do ex-deputado.

A denúncia foi apresentada em 2017 por Rodrigo Janot, então procurador-geral da República, que apontou Temer como líder de uma organização criminosa composta por correligionários. Eles estariam atuando em órgãos públicos, como a Petrobrás, Furnas, Caixa Econômica e outros em troca de propinas estimadas em mais de R$ 587 milhões. No fim de março, o mesmo juiz absolveu o ex-presidente da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do Decreto dos Portos, não consideram que os crimes ficaram provados.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 6 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *