‘CPI da Covid-19 virou questão eleitoreira’, afirma senador Luis Carlos Heinze

Postado em 7 de maio de 2021

O senador Luis Carlos Heinze, suplente da CPI da Covid-19, defendeu que alguns senadores estão tentando tirar o foco de governadores e prefeitos na comissão parlamentar de inquérito. “Mas a corrupção está aonde? Neste local! Querem fazer que não chegue aos Estados e municípios, mas tem que chegar. Ali que houve problema com desvio de dinheiro. No Amazonas, tinha R$ 680 milhões na conta. Sobra dinheiro e falta oxigênio. A culpa é de quem? Do ministro Eduardo Pazuello, do presidente Jair Bolsonaro? Ou do governador do Estado, secretário de Saúde e prefeito da capital?”, questionou o parlamentar.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, Heinze chamou a CPI da Covid-19 de guerra política. “Não tem nada a ver com mortes. O Mandetta é pré-candidato, então ele vai bater no Bolsonaro. Infelizmente, a CPI virou uma questão eleitoreira. Minha preocupação são os brasileiros, que precisam de um tratamento preventivo”, afirmou. O parlamentar defendeu que o Brasil deve trabalhar pelas vacinas e que o país tem capacidade, inclusive, não apenas de ser autossuficiente nesta questão — mas também se tornar exportador dos imunizantes. Porém, de acordo com ele, é importante investir no tratamento precoce e dar essa alternativa e liberdade aos profissionais da saúde.

“Mais de 14 mil médicos adotam o tratamento por conta própria. Ivermectina, cloroquina e azitromicina são medicamentos baratos e que já tem domínio público no mercado”, defendeu. Vale lembrar que, até o momento, não existem evidências científicas da real efetividade desses medicamentos. Luis Carlos Heinze falou de um levantamento que mostraria a eficiência dos medicamentos. Ele reuniu seis municípios brasileiros que somam 339 mil habitantes e 46 mil infectados pela Covid-19. Com a adoção dos remédios, 501 pessoas morreram — indicando uma letalidade de 1,07%. No Brasil, considerando todas as cidades, esse número é de 2,8%.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *