Aras avisa CPI da Covid-19 que convocação de subprocuradora é ‘afronta’

Postado em 14 de maio de 2021

Em ofício enviado ao Senado Federal, o procurador-geral da República, Augusto Aras, disse que convocação de Lindora Araújo à CPI da Covid-19 seria uma “afronta ao Ministério Público”. A subprocuradora é responsável por conduzir investigações relacionadas a desvio de recursos públicos nos Estados. O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, Renan Calheiros, comunicou aos parlamentares sobre o ofício recebido e fez críticas. “Se a Lindora for convocada será uma afronta ao Ministéiro Público sem precedentes na história do Brasil. O Supremo, membros do Ministério Público, juízes serem convocados a prestarem depoimentos sobre atividade fim não pode. Nós nos comprometemos de outra forma, mas isso não pode ser feito. Senhores, senhoras, nós temos competência que é constitucional”, afirmou, argumentando que as investigações têm de ser feitas até os limites constitucionais.

Autor do requerimento para convocar a subprocuradora, Eduardo Girão, rebateu o relator. “Não existe em nenhum local dizendo na Constituição que não pode vir. Não tem precendentes, mas essa CPI da forma que ela começou, coflito de interesse flagrante do senhor com relação ao filho. Se a gente não for olhar para gestores municipais e estaduais, se a gente não fizer esse trabalho aqui que já caiu no descrédito do povo brasileiro, já fica totalmente sem sentido”, disse. Senador da base governista, Eduardo Girão vem defendendo a investigação dos repasses federais a Estados e municípios.

*Com informações da repórter Nanny Cox

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 14 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *