TSE lança nesta sexta campanha sobre a segurança do processo eleitoral

Postado em 14 de maio de 2021

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, apresenta nesta sexta-feira, 14, a nova campanha do TSE sobre a segurança, transparência e auditabilidade do processo eleitoral. Vídeo institucional foi produzido para esclarecer sobre as camadas de segurança da urna eletrônica, que completou 25 anos nesta quinta-feira. Na ocasião, o ministro afirmou que o equipamento garante eleições seguras e transparentes. “O Brasil tem muitos problemas que o processo democrático e a democracia ajudam a enfrentar e resolver. Um desses problemas não é a nossa urna eletrônica. A urna tem sido parete da solução assegrança um sistema íntegro e que tem permitido a alternâcia de poder sem que jamais tenha questionado de maneira documentada e efetiva a manifestação da vontade popular.”

Na mesma data de comemoração do aniversário da urna, a Câmara dos Deputados instalou comissão especial para discutir a pec que obriga a impressão de votos. A deputada federal Bia Kicis, autora da proposta, elogiou os equipamentos eletrônicos, mas diz que a impressão do voto trará libertação ao eleitor. “Mas nós temos que olhar para frente e nós temos a convicção de que por melhor seja o sistema, ele não é o melhor que a gente pode conseguir. Temos a Argentina, por exemplo, que possui urnas de terceira geração, enquanto o nosso sistema possui sistema de primeira geração. O nosso sistema permite uma eleição célere, uma eleição muito simplificada, mas ele não dá a devida segurança e transparência”, disse. O deputado Paulo Eduardo Martins (PSC) foi eleito presidente da comissão.

O presidente Jair Bolsonaro é defensor da medida e já falou várias vezes sobre fraudes nas eleições. Da mesma forma, o presidente da Câmara, Arthur Lira, é outro entusistas. Nesta quinta, ao lado do presidente em uma inauguração em Alagoas, ele defendeu o voto impresso. “A comissão na Câmara dos Deputados para que a gente possa votar no plenário e daí mandar para o Senado em tempo hábil para que as providências sejam tomadas e a voz da população seja ouvida. Nós queremos votar e queremos ter a certeza que esse voto é confirmado da maneira como a gente colocou”, afirmou. Bolsonaro agradeceu Lira e o chamou de “pai do voto impresso”, ao lado de Bia Kicis, a quem chamou de mãe do voto impresso.

*Com informações do repórter Fernando Martins

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 14 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *