Doria e Alckmin falam sobre Bruno Covas e veem semelhança com avô: ‘Defensor da democracia’

Postado em 16 de maio de 2021

O governador de São Paulo, João Doria, prestou solidariedade aos familiares do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que morreu neste domingo, 16. Para ele, o tucano fez uma gestão impecável nos últimos dois anos e meio. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, ele teceu elogios ao amigo e parceiro de chapa. “Bruno tinha um bom coração, uma boa alma, era transparente, afetuoso, um pai amoroso. Muito leal aos amigos e aos princípios políticos, da defesa da democracia. Um rapaz extraordinário em todas as demonstrações” declarou. O ex-governador Geraldo Alckmin também falou de Bruno Covas à Jovem Pan nesta manhã. “Perde São Paulo, perde o Brasil.”

Os dois lembraram do avô de Bruno, Mário Covas. Alckmin falou da convivência com o prefeito durante sua juventude. “Bruno fazia o colegial e foi morar com Mário Covas e a Dona Lila. Fez duas faculdades, Direito e Economia. Convivi muito com ele. Depois foi eleito deputado, foi secretário do Estado de Meio Ambiente, conduziu muito bem a pasta. Ele era alegre, de bem com a vida, sempre com uma risada gostosa. E ele tinha vocação política, que herdou do avô. Para ser político é preciso gostar de gente. Mário e Bruno gostavam de gente. Em um momento que todo mundo fala mal de política e de políticos, Bruno tinha coragem de dizer que era político.”

Para ele, fica um legado tanto de Mário quanto de Bruno Covas. “Além das obras e realizações, sobre a transparência à frente da doença e a fé. Não vi nem um nem o outro reclamar. A última campanha teve princípios, valores, propostas. Foi uma campana de bom nível. Fica o exemplo de que é possível fazer politica sem ódio, baseada em propostas e ideias.” O governador João Doria reafirmou o que foi dito por Alckmin. “Ele deixa o legado defesa da vida. O Bruno, ao meu lado, participou de mais de 40 coletivas de imprensa. Além das coletivas que ele mesmo fez na Prefeitura, defendendo a vida, a existência, agindo contra o negacionismo. Fez um enfrentamento duro e difícil ao seguir as medidas do Plano São Paulo. Ele sempre dizia, corretamente, que sem vida não há economia e que sem existência não há consumo.” Ele também destacou o trabalho de Covas pelos mais pobres e vulneráveis. “Exemplo de honestidade, hombridade, defensor da democracia. Uma pessoa corajosa nas atitudes e sempre ponderada nas colocações.”

João Doria comentou sobre a última visita que fez a Bruno Covas, nesta última semana, no hospital. “Ele sorriu por varias vezes nessa longa conversa. Uma parte com os médicos, sua família. Depois a sós comigo. Ele estava sereno, sorridente. Sempre foi um guerreiro. Não falou da morte, falou da vida. Da família, do filho Tomás. Ele era apaixonado pelo Tomás.” Ele contou à Jovem Pan que Bruno Covas fez sua própria escolha. “Ele não quis ser intubado. Ele foi consultado pelos médicos e ele disse que não queria ser intubado. Ele disse que queria viver no seu tempo e da sua forma. Essa conversa muito difícil e dura foi na sexta-feira, dia 7. Mostra a grandeza de um jovem homem, cidadão, pai e ser humano. Bruno passa para a história com a grandeza de uma pessoa com características muito raras de sentimento e valor”, finalizou.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 16 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 16 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Publicação de Alexandre Knopfholz na Gazeta do Povo

O advogado  Alexandre Knopfholz, do Núcleo de Direito Penal do Escritório, publicou, no dia 14/06/2021, o artigo no site Gazeta do Povo, com o tema “Uma só Constituição“. Confira o artigo aqui.The...

Uma só Constituição

*Artigo publicado na Gazeta do Povo, dia 14 de junho de 2021. Paira no país certa insatisfação com o STF. O atual conceito do tribunal difere grandemente daquele citado por ex-ministros notáveis,...

Artigos Relacionados

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado do TCU

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado do TCU

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, pediu à Polícia Federal, na segunda-feira, 14, que seja aberto um inquérito para investir auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, apontado como autor...

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecer à CPI da Covid-19. Em pedido apresentado nesta terça-feira, 15, a defesa do político pede que ele não seja obrigado prestar depoimento aos senadores,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *