Políticos se manifestam sobre a morte de Bruno Covas, vítima de câncer: ‘Jovem talento’

Postado em 16 de maio de 2021

Com a notícia da morte precoce do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, neste domingo, 16, em decorrência de um câncer, políticos de diversos partidos publicaram notas de pesar em homenagem ao tucano. João Doria, governador do Estado de São Paulo, afirmou que tê-lo como vice foi uma honra e que ele era uma pessoa de “voz sensata, sorriso largo e bom coração”. O senador José Serra afirmou que Bruno Covas “escreveu seu nome entre os melhores prefeitos da cidade”. O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, divulgou uma nota de pesar pelo falecimento de Covas, dizendo que o partido perdeu uma de suas mais promissoras e brilhantes lideranças. Seu adversário nas eleições de 2020 pela Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, postou uma mensagem em seu perfil no Twitter: “Lamento muito a morte do prefeito Bruno Covas. Tivemos uma convivência franca e democrática. Minha solidariedade aos seus familiares e amigos neste momento difícil. Vá em paz, Bruno”. Além dele, Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer, ex-presidentes do Brasil, também se manifestaram em seus perfis nas redes sociais. “Lamento a morte do prefeito Bruno Covas, aos 41 anos de idade. O Brasil perdeu um dos seus promissores líderes políticos. Quero manifestar meus sentimentos ao filho Tomás e a toda família Covas, além dos militantes e dirigentes do PSDB”, publicou Dilma. Temer postou uma foto em que aparece ao lado do prefeito de São Paulo, afirmando que ele se foi muito jovem e que era uma pessoa afável e idônea.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, lamentou profundamente a morte do tucano, e relembrou a época em que trabalharam juntos na Comissão de Constituição e Justiça, quando Bruno Covas exerceu mandato como deputado federal. Lira ainda ressaltou a gestão do prefeito de São Paulo no combate à pandemia de Covid-19. “Admiro a forma aguerrida como conduziu a pandemia na maior cidade do País e como fez sua campanha de eleição para a prefeitura. Meus sentimentos aos familiares, amigos e em especial ao seu filho Tomás”, escreveu Lira em seu perfil no Twitter. O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, se manifestou em nome do Congresso Nacional. Em nota de pesar, Pacheco afirmou que “Covas era, sem dúvida, um dos maiores quadros da nossa geração, representante dos ideais da social democracia, valores defendidos pelo seu partido, o PSDB, que teve entre os fundadores o seu avô, Mário Covas”. O senador também relembrou o tempo em que ambos eram deputados e conviveram na Câmara até ele assumir o cargo de vice-prefeito de São Paulo, em 2017. “Uma carreira vitoriosa, tristemente interrompida hoje. Em nome do Congresso Nacional, expresso os meus profundos sentimentos de pesar ao seu filho, à sua família e à população de São Paulo”, finalizou Pacheco.

O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite, publicou nota se despedindo de “um grande amigo”. Para ele, a partida de Covas deixa uma “lacuna irreparável” e um legado de “dedicação à vida pública e ao bem comum. Nos deixa também um exemplo de muita força de vontade e coragem demonstradas nos últimos meses em sua luta pela vida”. O vereador também disse que jamais se esquecerá da última vez em que viu Bruno Covas, “quando ele sorriu mesmo na cama do hospital.” Leite encerrou a nota falando sobre Tomás Covas Lopes, filho de Bruno, de apenas 15 anos. “Que seu filho Tomás encontre forças para continuar vivendo. E lutando, sempre.” O vereador de São Paulo Eduardo Suplicy também publicou uma foto com Covas manifestando seu sentimento de pesar e afirmou que pretende homenageá-lo cuidando da cidade de São Paulo. “Vamos todos realizar um esforço para fazer desta cidade um exemplo de realização de justiça, solidariedade e dignidade para todos os paulistanos e paulistanas”, escreveu o petista. Suplicy também ofereceu solidariedade a Tomás. Um ponto em comum entre as mensagens é o apoio prestado ao filho do prefeito, que sempre esteve ao lado do pai e o acompanhou, inclusive, durante sua campanha de reeleição para a Prefeitura de São Paulo.

Confira as publicações de outros nomes da política:

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 16 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *