‘Bruno Covas foi grande incentivador para que eu me tornasse tucano’, diz Rodrigo Garcia

Postado em 17 de maio de 2021

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ressaltou nesta segunda-feira, 17, o legado do colega Bruno Covas, que faleceu neste domingo, 16, após a luta contra um câncer. Ele citou o papel do prefeito de São Paulo de incentivo para a sua recente filiação ao PSDB, e os ensinamentos políticos e pessoais deixados pelo tucano. “Ele foi um grande incentivador, ao lado do governador João Doria, para que me tornasse tucano. Ele fez questão, inclusive, na última quinta-feira de abonar minha ficha de filiação, escrever uma carta ao partido sobre a importância do momento que estamos vivendo, o posicionamento que o PSDB deve ter e me dando boas vindas”, disse, ressaltando a generosidade e a força de Covas em seus últimos momentos de vida. “Em nenhum momento vi Bruno Covas brigando em relação ao momento que ele vivia, ele lutou muito para viver. Bruno deixa muitas lições na política, lições na vida pessoal. Bruno fará muita falta à política brasileira.” Rodrigo Garcia já havia citado o legado de Covas nas redes sociais. Em publicação no Instagram neste domingo, ele disse que “São Paulo e o Brasil perderam um líder carismático e sensível”. “Eu perdi um grande amigo”, escreveu.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, Rodrigo Garcia comentou sobre a carta de Bruno Covas enviada ao PSDB. Segundo o vice-governador, o tucano lembrou da fundação do partido e pregou a moderação como um dos ideais da legenda. “O que ele prega é que a gente possa se unir em torno desses ideais, com moderação, com propostas claras para o Brasil e para os Estados. Procurar fugir dos extremos e mostrar à sociedade brasileira que temos alternativas de políticas públicas moderadas. A política é um debate de ideias, eu penso diferente de outros políticos e defendo o que eu penso. Bruno deixa legado de dialogar no combate das suas ideias, mas jamais deixando isso para o lado pessoal ou radicalismo”, afirmou, lembrando sobre a campanha eleitoral de 2020 e citando a “lição para todo o Brasil” deixada pelo político. “Político jovem, exemplo de ponderação. É natural ter divergências, mas é fundamental manter as diferenças no campo das ideias. Ele deixa esse bom exemplo”, afirmou. A filiação de Rodrigo Garcia ao PSDB aconteceu na sexta-feira, 14, com direito a manifestação de apoio do então prefeito de São Paulo. “Me senti muito acolhido”, finalizou o vice-governador.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 17 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *