AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve Eduardo Pazuello; acompanhe

Postado em 19 de maio de 2021

No dia mais aguardado desde o início dos trabalhos, a CPI da Covid-19 ouve, nesta quarta-feira, 19, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, principal alvo das investigações sobre ações e omissões cometidas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro no combate à pandemia do novo coronavírus. Exonerado do comando do Ministério da Saúde no dia 23 de março, o general do Exército foi o ministro que mais tempo esteve à frente da pasta – ele substituiu o oncologista Nelson Teich, que deixou o cargo antes de completar um mês de gestão.

Na sexta-feira, 14, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU) e concedeu a Pazuello o direito de ficar em silêncio em seu depoimento, sempre que entender que poderá produzir provas contra si mesmo. O ex-ministro da Saúde é investigado na primeira instância em um inquérito que apura se houve omissões na crise de oxigênio em Manaus, capital do Estado do Amazonas. Apesar da prerrogativa, a cúpula da CPI avalia que o general do Exército fica em “situação muito difícil”, sobretudo, em razão do depoimento prestado pelo ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, nesta terça-feira, 18. Aos senadores, o ex-chefe do Itamaraty afirmou que, durante a pandemia, sua pasta seguiu as diretrizes definidas pelo Ministério da Saúde.

“O depoimento [de Ernesto Araújo] deixa claro que quem aderiu ao consórcio Covax Facility com 10% e não com 50% da quantidade de doses foi o Ministério da Saúde. Ele deixa Pazuello numa situação muito difícil para amanhã. Está me parecendo haver um movimento de abandono do ex-ministro da Saúde. Ele deveria colaborar com a CPI, senão, todos os elementos vão levar a apontá-lo como responsável pela morte de centenas de milhares de brasileiros”, afirmou, em coletiva de imprensa, o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). “Ernesto nos disse que as tratativas foram consequências de indicações do Ministério da Saúde, com exceção da cloroquina e da viagem à Israel, que foram pedidos do presidente Jair Bolsonaro. De modo que, com isso, com esse esforço, ele transfere o ônus dos equívocos para o Ministério da Saúde e para quem o ocupou, no caso, o ex-ministro Pazuello”, acrescentou o relator, Renan Calheiros (MDB-AL). Acompanhe abaixo a cobertura da Jovem Pan:

09:32 – Decisão do STF limitou ações do governo federal, diz Pazuello

Eduardo Pazuello afirmou que a decisão do STF que assegurou a autonomia de Estados e municípios para decretar medidas de combate à pandemia do novo coronavírus limitou as ações do governo federal. O discurso está alinhado com o que é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

09:29 – Ex-ministro faz resumo de sua carreira 

Em suas considerações iniciais, Eduardo Pazuello falou resumidamente sobre sua carreira militar e disse que “quem está sentado aqui hoje é um homem comum”.

09:20 – Pazuello inicia sua exposição inicial 

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello inicia, agora, sua fala inicial – ele terá até dez minutos para fazer suas considerações iniciais. Aos senadores, o general do Exército disse que irá “esclarecer os fatos e as verdades sobre a pandemia”.

09:16 – Pazuello chega ao plenário 

O ex-ministro da Saúde já está no plenário da CCJ, onde a CPI realiza suas reuniões. Ele chegou acompanhado de assessores e do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

09:13 – Omar Aziz abre a sessão 

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), abriu a sessão desta quarta-feira, 19. Será ouvido o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 19 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 19 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Publicação de Alexandre Knopfholz na Gazeta do Povo

O advogado  Alexandre Knopfholz, do Núcleo de Direito Penal do Escritório, publicou, no dia 14/06/2021, o artigo no site Gazeta do Povo, com o tema “Uma só Constituição“. Confira o artigo aqui.The...

Uma só Constituição

*Artigo publicado na Gazeta do Povo, dia 14 de junho de 2021. Paira no país certa insatisfação com o STF. O atual conceito do tribunal difere grandemente daquele citado por ex-ministros notáveis,...

Artigos Relacionados

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado do TCU

Presidente do TCU pede para a PF investigar auditor afastado do TCU

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, pediu à Polícia Federal, na segunda-feira, 14, que seja aberto um inquérito para investir auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, apontado como autor...

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecer à CPI da Covid-19. Em pedido apresentado nesta terça-feira, 15, a defesa do político pede que ele não seja obrigado prestar depoimento aos senadores,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *