AO VIVO: CPI da Covid-19 retoma depoimento de Pazuello; acompanhe

Postado em 20 de maio de 2021

A CPI da Covid-19 retoma, nesta quinta-feira, 20, o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. A oitiva foi iniciada na quarta-feira, mas foi suspensa no fim da tarde, em razão do início da ordem do dia do Senado e do número de senadores inscritos para inquirir o depoente – dos 27 parlamentares que registraram presença, apenas quatro haviam feito perguntas ao general do Exército. Além disso, durante o intervalo, o ex-chefe do Ministério da Saúde passou mal e precisou ser socorrido pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), que é médico.

O primeiro dia de depoimento de Pazuello foi marcado por uma série de contradições. À CPI, o ex-ministro da Saúde afirmou que nunca recebeu uma ordem do presidente Jair Bolsonaro para sustar o protocolo de intenção de compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan. No entanto, no dia 21 de outubro de 2020, Bolsonaro declarou publicamente que havia mandado cancelar o acerto. “Já mandei cancelar, o presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade”, afirmou o chefe do Executivo federal. Um dia depois, em uma live ao lado do presidente, Pazuello deu a notória declaração de que “é simples assim: um manda e o outro obedece”.

Em determinado momento, o ex-ministro da Saúde afirmou que foi informado da iminência da falta de oxigênio em Manaus no dia 10 de janeiro. Porém, há um documento oficial do Ministério da Saúde que contradiz Pazuello e informa que o ex-chefe da pasta soube da crise no Estado no dia 7 de janeiro. O general do Exército também afirmou que não assinou o contrato com a Pfizer porque teria sido orientado por um parecer do Tribunal de Contas da União (TCU). Porém, a versão foi desmentida pelo próprio TCU. Em nota, o órgão afirmou que “em nenhum momento, seus ministros se posicionaram de forma contrária à contratação da empresa Pfizer para o fornecimento de vacinas contra a Covid-19. O Tribunal também não desaconselhou a imediata contratação em razão de eventuais cláusulas contratuais”. Acompanhe a cobertura ao vivo da Jovem Pan: 

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 20 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *