Senado Federal aprova projeto que cria incentivos para primeiro emprego

Postado em 26 de maio de 2021

Para estimular a contratação de jovens durante a crise econômica que o Brasil enfrenta, o Senado Federal aprovou em votação simbólica a nova lei do primeiro emprego. O texto retoma pontos da medida provisória do “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo”, que perdeu a validade ao não ser analisada pela Câmara dos Deputados. Entre outros pontos, o projeto reduz para 1% a contribuição do INSS quando o empregador for microempreendedor individual, microempresa ou empresa de pequeno porte e para 2% quando o empresário for pessoa jurídica tributada com base no lucro real ou presumido. O relator, senador Veneziano Vital do Rêgo, disse que o principal objetivo é inserir no mercado os chamados “nem-nem”, jovens que não estudam, nem trabalham. “Propusemos ampliar o escopo do contrato de primeiro emprego para incluir um dos grupos sociais cuja inclusão se revela mais problemática, a da chamada geração de jovens que nem estudam, nem trabalham. Assim conhecido como  geração ‘nem-nem’.”

“Trata-se de grupo que deve estar na base de toda atuação do poder público, dadas as suas características do desamparo social que a acompanham”, disse. Batizada de lei Bruno Covas, em homenagem ao prefeito de São Paulo que faleceu há 10 dias, o projeto ainda precisa passar pela Câmara. Nesta terça-feira, o ministro da economia, Paulo Guedes, se mostrou otimista com a retomada econômica. Em evento com empresários, ele disse que os programas bônus de inclusão produtiva e o bônus de incentivo à qualificação vão criar ” rapidamente” dois milhões de empregos.

*Com informações da repórter Camila Yunes

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 26 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *