Líderes no Congresso dizem que manifestações consolidam disputa entre Bolsonaro e Lula para 2022

Postado em 31 de maio de 2021

Lideranças no Congresso Nacional acreditam que as últimas manifestações confirmam a antecipação da corrida eleitoral à Presidência da República. As últimas semanas foram marcadas por atos em todo Brasil, tanto contra quanto a favor do governo, muitas vezes com a presença do próprio presidente Jair Bolsonaro. O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros, afirmou, em entrevista à Jovem Pan, que a disputa de 2022 entre Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já começou. “Esse quadro que se apresenta agora diante dessa possibilidade do ex-presidente Lula concorrer à eleição, ele vai provocar uma antecipação do processo eleitoral, que é o que estamos vendo. Campanha eleitoral antecipada e esses movimentos tendem a se repetir”, disse. Para o deputado Bohn Gass (PT), o protesto do sábado consolidou a polarização que vinha se acentuando desde o aval do Supremo Tribunal Federal (STF) à candidatura de Lula. “Lula elegível, obviamente que o cenário político brasileiro mudou, as pesquisas são mostrando isso. As manifestações das pessoas, essa manifestação, desejo da mudança, do Lula poder voltar a ajudar o Brasil”, disse. O líder DEM na Câmara, Efraim Filho, acredita que a busca por uma “terceira via” perdeu força. “Diante dessa polarização, a terceira via não consegue se expressar, não consegue aparecer não consegue fazer o convencimento e essa é a grande missão de nomes como do ex-ministro Henrique Mandetta (DEM), de Ciro Gomes (PDT), que elencaria entre aqueles que tem tentado ocupar esse vazio, mas tem encontrado dificuldades.”

Os protestos deste final de semana tiveram em comum as cenas de aglomeração, o que causou divergência entre organizadores e críticas de apoiadores do governo. O líder do PSL, deputado Vitor Hugo, diz que as manifestações só evidenciaram as contradições do discurso da esquerda em relação à atuação de Bolsonaro na pandemia. “Eles perceberam a força do presidente, imaginaram politicamente que deveriam fazer manifestações também, contradizendo o próprio discurso e demonstrando que nunca estavam preocupados com a saúde da população. Era um jogo político que estavam fazendo, querendo contribuir para quebrar a economia e enfraquecer o presidente, e nada disso aconteceu”, disse. Além das aglomerações, as manifestações da esquerda foram marcadas por confusão. No Recife, dois homens atingidos nos olhos por balas de borracha disparadas pela Polícia Militar durante o protesto perderam parte da visão. Segundo familiares, Daniel Campelo, de 51 anos, e Jonas Correia, de 29, estavam trabalhando e não participavam do ato. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, afastou os responsáveis pela ação da Polícia Militar e prometeu indenizar os feridos.

*Com informações da repórter Caterina Achutti

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 31 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 31 de maio de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Uma só Constituição

*Artigo publicado na Gazeta do Povo, dia 14 de junho de 2021. Paira no país certa insatisfação com o STF. O atual conceito do tribunal difere grandemente daquele citado por ex-ministros notáveis,...

Artigos Relacionados

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

Wilson Witzel recorre ao STF para não comparecer à CPI da Covid-19

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecer à CPI da Covid-19. Em pedido apresentado nesta terça-feira, 15, a defesa do político pede que ele não seja obrigado prestar depoimento aos senadores,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *