CPI reage à divulgação de vídeo de suposto gabinete paralelo da saúde

Postado em 5 de junho de 2021

Integrantes da CPI da Covid-19 reagiram à divulgação de vídeos de uma reunião que mostraria o suposto gabinete paralelo da saúde, que seria responsável por aconselhar extraoficialmente o governo no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Apenas parte da gravação, que é pública e está nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro desde setembro do ano passado, foi divulgada pelo portal Metrópole. Além de Bolsonaro, aparecem entre os participantes o deputado Osmar Terra, a médica Nise Yamaguchi e o virologista Paolo Zanotto. O então ministro da Saúde Eduardo Pazuello não estava presente.

Na ocasião, os especialistas apresentaram opiniões contrárias às vacinas e favoráveis ao tratamento precoce. No encontro, Zanotto propõe a criação de um “shadow cabinet” — que na tradução literal significa “gabinete das sombras” — para aconselhar o governo sobre a pandemia. Após a fala do virologista, Bolsonaro lembrou que havia vetado um dispositivo aprovado pelo Congresso que determinava a autorização de vacinas no Brasil desde que fossem liberadas pelas agências de controle de alguns países. O comando da CPI da Covid-19, de oposição ao governo, reagiu.

Em uma rede social, o senador Renan Calheiros, relator da comissão, disse que a existência do gabinete paralelo é inegável. O presidente da CPI, Omar Aziz, afirmou que o encontro “confirma a tese do gabinete paralelo e explica porque o ministro Pazuello dizia que a vacinação iria começar no dia D, na hora H”. Segundo o senador, Pazuello esperava as determinações do “shadow gabinet” — o gabinete da morte. O vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues, pediu a convocação de Paulo Zanotto e do deputado federal Osmar Terra.

Em nota, Osmar Terra afirmou que o chamado gabinete paralelo não passa de uma ficção política. Segundo ele, “a ciência não é seletiva ou exclusivista. O presidente da República, Jair Bolsonaro, pode e deve ouvir opiniões diversas para tomar as mais relevantes decisões pelo povo brasileiro. A reunião divulgada recentemente ocorreu com a presença de vários especialistas, e consta na agenda oficial do presidente como uma audiência comum à atividade política”. O governo sempre negou a existência do chamado gabinete paralelo.

*Com informações da repórter Caterina Achutti

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 5 de junho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *