Senador espera ‘esclarecer dúvidas’ com volta de Queiroga à CPI da Covid-19

Postado em 5 de junho de 2021

O senador Angelo Coronel avalia que o retorno do ministro Marcelo Queiroga na CPI da Covid-19 no Senado Federal deve esclarecer contradições em depoimentos das últimas semanas. O parlamentar, suplente da comissão, minimiza as polêmicas em torno dos medicamentos — mas faz a ressalva em relação ao prazo para as vacinas chegarem aos brasileiros. “A questão do prazo da compra, se está comprando a vacina, já tardia. Isso aí eu acho que pode pegar nesses responsáveis. Porque aí você prevaricou, negligenciou, deixou de comprar algo para imunizar a sociedade brasileira. Mas isso aí vamos ter que ter provas mais contundentes, não só com depoimentos. Se você é de um lado, fende. Do outro, acusa. Precisamos ter provas concretas. Corremos o risco da CPI lavrar um relatório, ele ser aprovado e, com algumas provas que o Ministério Público não veja com provas contundentes para abrir um inquérito contra a pessoa indiciada, supostamente culpada pela CPI.”

Angelo Coronel reforça mudanças na conduta do relator Renan Calheiros. “O relator, que é o responsável pelo tempo que inquirição, daria a oportunidade para que o depoente fale. O que eu vejo é que tem depoente que, passando pela CPI, não tem nem oportunidade de falar porque já é interrompido com outra pergunta. A pessoa não se defende, a outra não mostra porque fez aquilo. Espero que, nos próximos dias, que haja, por parte dos senadores, na hora das perguntas, que deixem o depoente responder. Se não fica ruim. A própria opinião pública diz que não deu oportunidade da pessoa não se defender. Se tem tempo para perguntar, tem que ter tempo para ouvir. Queremos é que a verdade e, doe quem doer, quem errou que pague. Mas também não podemos induzir ninguém porque, no Brasil, pré-julgamento não vai para a frente.”

Angelo Coronel considera que a CPI serve para palco político para 2022 e analisa a vinda de governadores. “Ações da Polícia Federal, autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça, evidentemente que é válido a vinda desses agentes políticos. Tanto governador quanto prefeito. O que não pode, se não tem governador ou processo correndo, é ficar trazendo só por vingança política. Se temos indícios comprovados, acho válido porque o dinheiro é federal. Caberá ao governador procurar se explicar e mostrar que é inocente ou não. Se chamar só por questões locais, eu sou contra radicalmente a essa prerrogativa da CPI.” E haverá governador na CPI na próxima semana, embora os chefes dos executivos estaduais busquem no Supremo Tribunal Federal o aval para não comparecer. Na terça-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fala novamente à Comissão. Quarta-Feira é a vez do ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde de Saúde Elcio Franco e, na quinta-Feira, o governador do Amazonas, Wilson Lima.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 5 de junho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 5 de junho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *