‘História já mostrou injustiças no passado’, diz único a votar contra cassação de Flordelis no Conselho de Ética

Postado em 9 de junho de 2021

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 8, a cassação do mandato da deputada Flordelis, do Rio de Janeiro. A sessão, que contou com a presença da acusada, terminou com 16 votos favoráveis à cassação e apenas um contrário, do deputado Márcio Labre (PSL). Em nota, o parlamentar explicou os motivos que guiaram seu posicionamento único na Casa. “Votei contra a cassação porque esta casa não pode usurpar os poderes da República. O judiciário ainda não se pronunciou sobre o caso. A deputada ainda está em fase de julgamento e será submetida ao tribunal do júri. Não é correto determinar a perda do mandato da parlamentar antes do judiciário proferir sua decisão”, disse.

Flordelis é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) de ser a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, seu marido. A ação que solicita a cassação de seu mandato foi apresentada na última semana pelo deputado Alexandre Leite (DEM). Apesar de votar de forma favorável à Flordelis, Labre ainda ponderou que compreende a existência de um “conjunto indiciário robusto” contra a parlamentar.

“Reconheço que existe um conjunto indiciário robusto em desfavor da Deputada, porém a história já nos mostrou que injustiças foram praticadas no passado, como a Escola Base. Tenho absoluta tranquilidade para me posicionar contrariamente a cassação porque meu voto é refém da consciência do amplo direito de defesa para todos. Da mesma forma que fui contrário à prisão de Daniel Silveira, preciso ter coerência com as minhas convicções”, explicou. A acusada afirmou que recorrerá da decisão do Conselho de Ética à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que poderá ou não aprovar o recurso. Caso o recurso seja rejeitado, o processo continua seu curso natural no plenário da Câmara, que confirmará ou não a cassação do mandato de Flordelis.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 9 de junho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *