Na mira da CPI da Covid-19, Cláudio Castro não vê ‘motivos’ para prestar esclarecimentos

Postado em 18 de junho de 2021

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou nesta quinta-feira, 17, que não vê razões ou motivos para ter que comparecer à CPI da Covid-19, em Brasília. O nome dele vem sendo cogitado há algumas semanas. E, a qualquer momento, os senadores vão definir se Castro terá ou não que prestar esclarecimentos na Comissão Parlamentar de Inquérito. Castro conseguiu ficar de fora na primeira lista de convocados, que incluiu o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. Witzel foi convocado porque começou a comandar o enfrentamento à pandemia de Covid-19 quando ainda estava à frente do Palácio Guanabara. Depois, surgiram denúncias de ilegalidade e irregularidades que culminaram com o impeachment dele, em abril deste ano, por crime de responsabilidade. Witzel ainda perdeu direitos políticos por cinco anos.

Segundo Cláudio Castro, à época em que começaram as contratações e compras pro enfrentamento da pandemia de Covid-19, ele era vice-governador e não tinha ingerência sobre essas decisões. “Não tem nenhuma conta em relação a mim. Não tem nenhum contrato. Nada, nada, nada, nada. Com certeza eu fui investigado. Eu duvido que o Ministério Público Federal não tenha investigado a todos e, se não me me denunciaram, é a grande prova de que o Edmar realmente começou a falar de todos indiscriminadamente, porque ele queria era se livrar da cadeia”. O agora ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, que esteve na CPI da Covid-19 esta semana, já é réu em dois processos que tramitam na justiça. Um na Justiça Federal Fluminense e outro no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ainda há outras duas denúncias contra Wilson Witzel por conta de suspeitas de irregularidade nas compras e contratações para o enfrentamento à pandemia

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 18 de junho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *