Após Gleisi Hoffmann, Manuela D’Ávila diz que consta como morta em cadastro do SUS

Postado em 20 de julho de 2021

A ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) disse nesta terça-feira, 20, que consta como morta no cadastro do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a ex-candidata à Prefeitura de Porto Alegre, no dia em que ela foi receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, os enfermeiros não encontraram seus dados no sistema. “Imaginei que podia ser algo relacionado à legislação sobre figuras politicamente expostas”, disse Manuela em suas redes sociais. “Fizeram registro manual e disseram que ia demorar mais tempo para constar no ConectaSUS. Depois me lembrei do ataque hacker em que haviam mudado meu nome e de meu pai. Pois bem, aí está: eles me mataram depois do 1º turno da eleição de 2018”, afirmou a política. Nas eleições presidenciais de 2018, ela concorreu como vice de Fernando Haddad, candidato à Presidência da República pelo PT. Em 14 de outubro de 2018, seis dias após o primeiro turno das eleições, Manuela teve seus dados alterados.

O mesmo aconteceu com a deputada federal e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann. Além de ter seu cadastro cancelado, a parlamentar teve seu nome registrado com o apelido “Bolsonaro”. Depois de dois dias da denúncia, a deputada utilizou suas redes sociais para informar que o cadastro havia sido alterado. “ReSUScitei no cadastro do SUS. Agora estou bem viva, meu CNS foi corrigido. Vamos cobrar e acompanhar as investigações do MS”, escreveu. Nesta semana, o ex-candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) também teve seus cadastro alterado. O político recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na última quarta-feira, 14, na UBS Maria Virgínia, em Campo Limpo. De acordo ele, ainda não consta no SUS o recebimento do imunizante e dados como os nomes de seus pais foram alterados por “ofensas” e “xingamentos”. A reportagem da Jovem Pan entrou em contato com o Ministério da Saúde e aguarda posicionamento da pasta.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 20 de julho de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *