AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve o reverendo Amilton Gomes de Paula; acompanhe

Postado em 3 de agosto de 2021

Na volta dos trabalhos depois do recesso parlamentar, a CPI da Covid-19 ouve o reverendo Amilton Gomes de Paula, apontado por representantes da Davati Medical Supply como intermediador entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e empresas que ofertavam vacinas. A sua oitiva estava inicialmente marcada para o dia 14 de julho, mas foi adiada porque o religioso apresentou um atestado médico alegando problemas renais, o que foi confirmado por uma junta médica da Casa. Amilton vai ao Senado amparado por um habeas corpus concedido pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a decisão, o reverendo poderá ficar em silêncio em questionamentos que possam incriminá-lo – vale destacar que o próprio presidente da Corte decidiu que a comissão tem a prerrogativa de avaliar se o depoente abusa do direito. A convocação de Amilton Gomes atende a um pedido do vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O requerimento de convocação do líder da Secretaria de Assuntos Humanitários (Senah) foi apresentado depois de uma reportagem do Jornal Nacional, da TV Globo, mostrar e-mails nos quais o então diretor de Imunização do Ministério da Saúde, Laurício Cruz, autorizava Gomes de Paula a comprar 400 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus – Laurício foi exonerado do cargo. Além do depoimento, está prevista a votação de mais de 130 requerimentos de informações, convocações e quebras de sigilo. Confira a cobertura ao vivo da Jovem Pan:

10:45 – Com uma hora de sessão, nenhum requerimento foi votado 

A sessão desta terça-feira, 3, foi iniciada há aproximadamente uma hora. Até aqui, nenhum requerimento foi votado – foram incluídos na pauta 135 pedidos de informações, convocações e de quebras de sigilo. Além disso, os senadores vão ouvir o reverendo Amilton Gomes de Paula. Como não haverá sessão plenária do Senado, a audiência não precisará ser encerrada às 16h, conforme acordado pelos senadores.

10:25 – Omar Aziz critica reunião de Bolsonaro com parlamentar de extrema-direita: ‘Às escondidas se reúne com deputada nazista’

O presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), subiu o tom contra o presidente Jair Bolsonaro. Durante o recesso parlamentar, o chefe do Executivo federal se reuniu com a deputada de extrema-direita da Alemanha, Beatrix von Storch, neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, que foi ministro das finanças de Adolf Hitler “Às escondidas, o presidente recebe uma deputada nazista, afrontando a Constituição brasileira, a nossa democracia, o Holocausto e o Exército brasileiro, que lutou contra o nazismo. Ele recebe às escondidas e ninguém abre a boca aqui para falar. Temos que respeitar o povo judeu. Vejo várias bandeiras de Israel nas manifestações do presidente Bolsonaro e ele, às escondidas, apunhala. Quando é para pedir ajuda, liga para o primeiro de Israel, mas se reúne com uma deputada nazista. Isso aí, este Congresso, o presidente do Congresso Nacional [Rodrigo Pacheco] não pode se calar. O presidente da Câmara [Arthur Lira] não pode se calar. Não podemos permitir isso. Nazismo, não. Nazismo, não”, disse.

09:58 – CPI da Covid-19 desiste de votar requerimento de quebra de sigilo da Jovem Pan 

Depois da repercussão negativa, o pedido de quebra de sigilo bancário da Jovem Pan, de autoria dos senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Humberto Costa (PT-PE), foi retirado da pauta. “Não cabe a nós quebrar sigilo de emissora de rádio e televisão ou coisa parecida. Não tem nada a ver com a CPI. Nosso comportamento, indiferente de posicionamento editorial, temos que dar liberdade à imprensa para se posicionar”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). Relator, Calheiros disse que pedido foi “um equívoco”. “Não sei de quem é a culpa, mas, de minha parte, nada que possa respingar na liberdade de expressão vai ter a minha aceitação. Esse foi um posicionamento histórico que sempre tive e essa é uma oportunidade para reafirmá-lo. Queria, sem saber de quem é a culpa, pedir desculpas pelo o que aconteceu. Não vamos concordar com esse tipo de coisa”, afirmou. Leia a reportagem completa da Jovem Pan. 

09:49 – Sessão é iniciada 

Presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), dá início aos trabalhos desta terça-feira, 3.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de agosto de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de agosto de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

A advogada Larissa Ross, publicou no dia 17/09/2021, o artigo no Migalhas, com o tema “A obrigatória ratificação judicial dos elementos informativos da investigação para a decisão de pronúncia“. Confira aqui o artigo.The post Publicação de Larissa Ross no Migalhas...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *