Caso Covaxin: CGU ainda não concluiu investigação sobre a Precisa Medicamentos

Postado em 11 de agosto de 2021

A Controladoria-Geral da União (CGU) ainda investiga se a empresa Precisa Medicamentos poderia atuar como representante da farmacêutica indiana Barath Biotech para a venda da vacina Covaxin no Brasil. A negociação está sendo tema da CPI da Covid-19 no Senado Federal, após denúncias apresentadas pelo deputado federal Luís Miranda. Em auditoria já apresentada, a CGU informou que não detectou irregularidades por parte do governo federal no acordo. O contrato já foi cancelado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Em audiência pública na Câmara dos Deputados, ministro Wagner Rosário afirmou que foram encontrados problemas na procuração que dá à Precisa poder de representante. “Verificamos que o documento denominado procuração constante no processo de contratação, que foi apresentado pela Precisa Medicamentos para confirmar os seus reais poderes como representante da Barath Biotech, não foi emitido pela empresa indiana.”

Durante a audiência, Wagner Rosário também falou sobre o caso do suposto “orçamento secreto” do governo federal. Em maio, o jornal Estado de São Paulo afirmou que R$ 3 bilhões teriam sido liberados em emendas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional para ampliar a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro no Congresso Nacional. O dinheiro teria sido usado para compra de tratores e equipamentos agrícolas por preços acima dos valores de referência. Em nova reportagem publicada nesta semana, o jornal informou que a Controladoria-Geral da União vê “risco extremo de sobrepreço no “tratoraço’”. Segundo Wagner Rosário, a informação publicada é “preliminar”. “Todo relatório da CGU a gente finaliza, fazemos uma primeira versão, vai ao Ministério, se manifesta, retorna para a equipe, tem a busca de solução conjunta. A informação que tenho é que os preços foram repactuados dentro do que foi acertado e o repórter teve acesso a esse relatório preliminar, que estava em uma situação ainda de não publicação”, disse. O ministro afirma que, havendo indícios de corrupção, a CGU vai adotar as providências devidas.

*Com informações do repórter Vitor Brown

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 11 de agosto de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 11 de agosto de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Homenagem da UFPR à memória do Professor René Dotti

A Universidade Federal do Paraná, por sua Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito e o Departamento de Direito Penal e Processual Penal, homenagearão a memória do Professor Titular...

Artigos Relacionados

Citação Eletrônica: Cuidados que as empresas podem adotar

Citação Eletrônica: Cuidados que as empresas podem adotar

Citação Eletrônica A Lei nº 14.195/2021 foi publicada no dia 27.08.2021. Desde então, estão em vigor as regras que alteram o Código de Processo Civil. Uma das principais mudanças é o incremento à citação eletrônica das pessoas jurídicas, a qual deverá ocorrer,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *