Bolsonaro promete ir ao STF contra ‘valor fixo’ de ICMS nos combustíveis

Postado em 3 de setembro de 2021

O governo federal deverá apresentar nesta sexta-feira, 3, ao Supremo Tribunal Federal (STF) um recurso questionando a constitucionalidade da cobrança diferenciada de ICMS pelos Estados. A Advocacia-Geral da União (AGU) deverá alegar que a falta de regulamentação de uma emenda constitucional de 2001 tem gerado desequilíbrio no chamado pacto federativo. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem defendido que seja definido um valor fixo para o imposto. O chefe do Executivo quer que a emenda seja regulamentada, reclama de bitributação e culpa os governadores pela escalada nos preços dos combustíveis. “O preço da gasolina poderia estar R$ 1,20 mais barato do que está hoje. Fui obrigado a recorrer ao Supremo. A ação está bem clara. Não sou constitucionalista, não. A emenda é bastante clara, dizendo que o valor do ICMS tem que ser um valor nominal fixo”, argumenta Bolsonaro. Segundo o presidente, a ideia é deixar que o Congresso Nacional defina as alíquotas que deverão ser cobradas a título de ICMS e lembrou que a União tem reduzido impostos federais sob os combustíveis, mas que isso nunca é suficiente porque os governadores insistem em aumentar a cobrança do tributo se forma sistemática. O mesmo problema acontece, de acordo com Bolsonaro, com relação à cobrança de ICMS sob a energia elétrica.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 3 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

A advogada Larissa Ross, publicou no dia 17/09/2021, o artigo no Migalhas, com o tema “A obrigatória ratificação judicial dos elementos informativos da investigação para a decisão de pronúncia“. Confira aqui o artigo.The post Publicação de Larissa Ross no Migalhas...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *