Roberto Jefferson chama Moraes de ‘abominável’ e diz que ministro ‘representa comunismo cristofóbico’

Postado em 7 de setembro de 2021

O ex-deputado federal e presidente do PTB Roberto Jefferson criticou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), classificando-o como “abominável” e dizendo que ele “representa o comunismo cristofóbico e globalista”. A afirmação foi feita por Jefferson em uma carta enviada à Jovem Pan pela assessoria do ex-parlamentar, que está preso desde o dia 13 de agosto deste ano. No documento, escrito no dia 2 de setembro, Jefferson cita figuras do cristianismo e ataca o ministro, ao qual se refere como Xandão. “Devemos manter em memoria permanente os psicopatas perversos que nos fazem mal. Xandão é assim. Tem visão utilitarista das pessoas. Enxerga no próximo a vantagem que pode aferir, para, em seguida, descartá-lo. É sem emoção. Xandão é uma figura abominável e lombrosiana. Sádico, sodomita inconsciente. Ele representa o comunismo cristofóbico e globalista”, afirma Jefferson, que continua, dizendo que Moraes é uma figura do Partido Comunista Chinês.

Em seguida, Jefferson afirmou que o ministro “rasgou a Constituição” e censurou veículos de mídia que defendiam a democracia. “Ordenou a prisão de cristãos conservadores, e no palco da Corte, junto com os seus iguais, soltou os corruptos e os traficantes. Censurou e fechou toda a mídia conservadora, desmonetizou canais democráticos”, afirmou o presidente do PTB em sua carta. Jefferson também afirmou que Moraes não deveria ser o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2022, quando acontecerá a próxima eleição presidencial do Brasil. “O próximo Presidente do Tribunal Superior Eleitoral não há de ser o perverso e inescrupuloso Xandão. Esse audacioso, intenciona presidir as próximas eleições. Seu network, sua história na advocacia demostram que ele incorpora à sua personalidade audácia dos canalhas que patrocina”, disse Jefferson.

Em outro trecho, o ex-deputado diz que vem sendo alvo de perseguição por parte de Moraes que a nomeação do ministro só aconteceu devido a “favores de coxia e de porões”. “Xandão você tem me perseguido a mim e ao PTB. Escondido atrás da toga de Ministro. Se levado a sério o critério constitucional de conduta ilibada e ilibada reputação, você jamais poderia envergar a capa preta. […] Pode parecer honorável sua proteção à honra de bela dama da República. Mas sua essência de psicopata trocou a proteção, tirando proveito pessoal, pela escalada na carreira. Salvou a Senhora e foi feito Ministro do STF. Agora você usa essa condição para perseguir conservadores, patriotas e cristãos”, diz na carta. Por fim, Jefferson acusa Moraes de ter sido responsável pela ruptura constitucional do país e diz que o povo irá derrotar “a tirania” no Brasil. “7 de setembro chegou. A ruptura foi feita pelo Ministro. Não haverá outra oportunidade,  É vencer ou vencer. Derrotaremos a tirania! Com a tirania não se acorda, a tirania se esmaga! Supremo é o povo”, concluiu o ex-parlamentar.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

A advogada Larissa Ross, publicou no dia 17/09/2021, o artigo no Migalhas, com o tema “A obrigatória ratificação judicial dos elementos informativos da investigação para a decisão de pronúncia“....

Artigos Relacionados

AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve ministro Wagner Rosário, da CGU

AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve ministro Wagner Rosário, da CGU

Três meses depois da aprovação de sua convocação, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, depõe nesta terça-feira, 21, à CPI da Covid-19. A oitiva deve ser marcada por uma espécie de guerra de narrativas entre senadores governistas e membros...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *