Justiça Federal arquiva inquérito contra Lula por tráfico de influência na Costa Rica

Postado em 14 de setembro de 2021

A Justiça Federal de São Paulo arquivou a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suposto tráfico de influência e corrupção ativa para favorecer a empreiteira OAS na Costa Rica. Também foram beneficiados com a decisão o ex-presidente da construtora, Léo Pinheiro, o ex-executivo da empresa, Augusto Uzeda, e o ex-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto. Todos deixam de ser investigados pela Polícia Federal. O arquivamento tinha sido defendido tanto pelos advogados de Lula quanto pelo Ministério Público Federal, que apontou ausência de provas e a prescrição dos crimes investigados. A investigação foi aberta a partir da delação premiada de Léo Pinheiro, que declarou que o ex-presidente tinha sido contratado pela OAS para promover uma palestra na Costa Rica com o objetivo de influenciar o governo do país da América Central a fechar contratos com a empresa. A negociação teria sido intermediada por Paulo Okamoto.

Na decisão, a juíza Maria Carolina Ayoub, da 9ª Vara Federal de São Paulo, declarou que não há “justa causa para o prosseguimento das investigações” e afirmou que os crimes imputados a Lula já prescreveram. Ela explica, na sentença, que o prazo para que isso acontecesse seria de 12 anos, mas, como o ex-presidente tem mais de 70 anos de idade, esse período cai para seis anos. Em nota, a defesa de Lula declarou que nenhuma pessoa ouvida pela Polícia Federal confirmou o que chama de “absurda versão apresentada por Léo Pinheiro” e disse que o próprio executivo “negou qualquer pagamento de vantagem indevida ao ex-presidente em novo depoimento”. Segundo os advogados de Lula, esse é o 19º procedimento de investigação instaurado contra o petista com base em acusações da Lava Jato e que acaba arquivado; o único processo ainda aberto é o que trata da compra de caças suecos.

*Com informações do repórter Vitor Brown

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 14 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 14 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Homenagem da UFPR à memória do Professor René Dotti

A Universidade Federal do Paraná, por sua Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito e o Departamento de Direito Penal e Processual Penal, homenagearão a memória do Professor Titular...

Artigos Relacionados

Citação Eletrônica: Cuidados que as empresas podem adotar

Citação Eletrônica: Cuidados que as empresas podem adotar

Citação Eletrônica A Lei nº 14.195/2021 foi publicada no dia 27.08.2021. Desde então, estão em vigor as regras que alteram o Código de Processo Civil. Uma das principais mudanças é o incremento à citação eletrônica das pessoas jurídicas, a qual deverá ocorrer,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *