CPI da Covid-19 aprova convocação de ex-mulher de Bolsonaro

Postado em 15 de setembro de 2021

A CPI da Covid-19 aprovou há pouco a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro. O requerimento é de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), suplente da comissão. Cristina é mãe do filho mais novo do chefe do Executivo federal, Jair Renan, e aparece em troca de mensagens com o Marconny Albernaz de Faria, lobista da Precisa Medicamentos que depõe nesta quarta-feira, 15. Faria foi um dos alvos da Operação Hospedeiro, deflagrada pela Controladoria-Geral da União (CGU), pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF), e teve seu aparelho telefônico apreendido.

Aos senadores, Marconny disse que conhece Jair Renan há aproximadamente dois anos e admitiu que realizou uma de suas festas de aniversário, em dezembro do ano passado, no camarote que o filho Zero Quatro do presidente da República possui no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Faria também afirmou que ajudou Renan a abrir uma “empresa de influencer”. “Ele queria criar uma empresa de influencer, e aí eu só apresentei ele para um colega tributarista que poderia auxiliar na abertura dessa empresa”, explicou. A Bolsonaro Jr Eventos e Mídia foi formalizada com o apoio do advogado William Falcomer.

De acordo com o lobista, ele foi apresentado a Ana Cristina por Jair Renan quando os dois vieram morar em Brasília. Ainda segundo as mensagens em posse da CPI da Covid-19, a pedido de Faria, a mãe do Zero Quatro acionou o Palácio do Planalto para influenciar na escolha do Defensor Público da União junto ao então ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, atual integrante do Tribunal de Contas da União (TCU). As mais de 310 mil páginas de diálogos obtidas no celular de Marconny Albernaz foram repassadas pelo MPF do Pará à CPI da Covid-19. Como a Jovem Pan mostrou, o nome de Faria também aparece em mensagens trocadas em junho de 2020 que compõem a “arquitetura da fraude” e envolvem dirigentes da Precisa, o ex-diretor de um órgão ligado à Anvisa José Ricardo Santana e o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 15 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 15 de setembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Publicação de Larissa Ross no Migalhas

A advogada Larissa Ross, publicou no dia 17/09/2021, o artigo no Migalhas, com o tema “A obrigatória ratificação judicial dos elementos informativos da investigação para a decisão de pronúncia“....

Artigos Relacionados

AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve ministro Wagner Rosário, da CGU

AO VIVO: CPI da Covid-19 ouve ministro Wagner Rosário, da CGU

Três meses depois da aprovação de sua convocação, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, depõe nesta terça-feira, 21, à CPI da Covid-19. A oitiva deve ser marcada por uma espécie de guerra de narrativas entre senadores governistas e membros...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *