Moraes determina que ex-estagiária de Lewandowski seja ouvida pela PF

Postado em 6 de outubro de 2021

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira, 6, que Tatiana Garcia Bressan, ex-estagiária do ministro Ricardo Lewandowski, seja ouvida pela Polícia Federal. Segundo informações da PF obtidas pela Folha de S.Paulo, a funcionária — que estagiou no gabinete de Lewandowski de julho de 2017 a janeiro de 2019 —  passava informações sobre o trabalho dos ministros da Corte ao blogueiro Allan dos Santos, investigado no inquérito das fake news. Por meio da quebra de sigilo telefônico dele, a polícia obteve conversas por mensagem entre Tatiana e Allan. A estagiária teria procurado o blogueiro para demonstrar interesse em trabalhar no gabinete da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF). Allan, por sua vez, pediu que Tatiana atuasse como “informante” no gabinete de Lewandowski. “Será uma honra. Estou lá kkk”, respondeu.

Na troca de mensagens, o blogueiro questionou Tatiana sobre o que ela viu de mais “espantoso” no gabinete do ministro. Ela respondeu que os magistrados “decidem o que querem e como querem” e que “algumas decisões são modificadas porque alguém importante liga para o ministro.” A estagiária também disse que o general Villas Bôas, ex-comandante do Exército, tinha “trânsito com quase todos os ministros”. Em nota enviada à Folha, o gabinete de Lewandowski disse que todas as decisões proferidas por ele “têm fundamentação constitucional e a eventual modificação delas ocorre por meio de recursos cabíveis, apresentados nos autos e julgados individual ou coletivamente”. Disse ainda que o ministro “atende os telefonemas institucionais, principalmente vindos de autoridades da República” e que, na época mencionada, “o general Villas Bôas era comandante do Exército Brasileiro”.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: .
Data de Publicação: 6 de outubro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *